Dois anos depois, exemplo de Abel Mwakilama perdura no SC Esmoriz

A 20 de abril de 2018, o futebol chorava o desaparecimento de Abel Mwakilama, 18 anos, que atuava nos juniores do SC Esmoriz, vítima de malária. Sensivelmente dois anos depois, Diana Jorge, à data psicóloga do clube, relembrou o antigo internacional Sub-20 pelo Malawi num vídeo emocionante, no qual demonstrou de que forma esta tragédia fez sobressair o melhor de cada um naquela equipa.

A psicóloga assume não saber se conseguirá “voltar a vivenciar, com outro grupo, noutras circunstâncias”, aquilo que viveu há duas épocas. Quando chegou a Portugal, Abel não escondeu o desejo de “dar melhores condições de vida à sua família”. Era o que o movia e o que o fazia disputar “qualquer jogo como se fosse da Liga dos Campeões”. O seu desaparecimento deixou “todos muito abalados”, sobretudo porque “ele era um exemplo de humildade e de capacidade de trabalho”.

Do choque inicial inerente à sua morte emergiu um forte espírito de entreajuda, de partilha e de superação. A partir daquele momento, a equipa passava a jogar em honra de Abel Mwakilama, “porque ele merecia essa homenagem”. “Este objetivo comum, fora de nós próprios, fez com que até os atletas com uma baixa confiança se conseguissem esquecer das suas limitações”, recorda a psicóloga, naquilo a que chamou de “verdadeiro espírito de grupo”. Não só os resultados melhoraram, como também a forma como os atletas encaravam os desafios. “Por respeito ao Abel, jogámos com mais fair-play ainda. Jogámos para honrar a pessoa que ele era”.

Diana Jorge admite que jamais esquecerá aquele momento. A equipa, que era penúltima classificada no final da primeira metade da 1.ª Divisão Distrital com apenas 10 pontos, conseguiu alcançar a manutenção, fechando a temporada com uma série de três vitórias consecutivas. “Conseguimos tudo isto com muito trabalho, claro, mas também devido a esta parte pouco racional, mas muito emocional”, sublinha a psicóloga num vídeo, publicado na página oficial do SC Esmoriz, que termina com uma mensagem forte, dirigida àquela equipa: “Relembrem-se dele com o sorriso de missão cumprida, porque graças a ele nós conseguimos”.

Fotografia
Direitos Reservados

22 de Abril de 2020
Rui Santos
[email protected]
Notícias Relacionadas
Equipas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas