Esmoriz chora morte de Abel Mwakilama

Abel Mwakilama, de 18 anos, morreu, ontem, vítima de malária. O avançado do Esmoriz, que era internacional Sub-20 pelo Malawi, terá contraído a doença numa visita recente ao seu país. “Partiu um enorme atleta, mas acima de tudo um enormíssimo ser humano”, refere o clube, em comunicado.

O jovem chegou a Portugal no início do ano, depois de se ter destacado no Chitipa United, que também já lamentou a morte do seu antigo atleta. “Vamos sentir a tua falta. Descansa em paz”, pode ler-se na página oficial do clube, numa publicação acompanhada de várias fotografias de Abel Mwakilama.

Em Esmoriz, integrou o plantel júnior, onde não tardou a dar nas vistas. No mês passado, visitou o seu país, e terá sido aí que contraiu malária. "Ele nunca se queixou de nada, mas eu suspeito que ele contraiu-a quando foi ao Malawi, há algumas semanas", explicou o agente do atleta, Venancio Patrick, ao jornal The Times. Na passada quarta-feira, já em Portugal, o jovem sentiu-se mal durante um treino e acabou internado no Hospital de São João, no Porto. "Os médicos fizeram o seu melhor e ainda o transferiram para um dos maiores hospitais do país, mas ele acabou por morrer. Aconteceu tudo tão rápido", conta o empresário.

“O Abel encontrou no Sporting Clube de Esmoriz a oportunidade de lutar por um sonho. Infelizmente, há sonhos que nós destruímos e sonhos que nos destroem”, lamentam os responsáveis pelo clube do concelho de Ovar, que deixam uma garantia: “Jamais serás esquecido entre nós, Guerreiro”!

A Associação de Futebol de Aveiro e a AFA TV deixam as suas condolências neste momento de pesar.

Fotografia
Direitos Reservados

21 de Abril de 2018
Notícias Relacionadas
Equipas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas