Antevisão e análise do Campeonato SABSEG por Sérgio Oliveira

A jornada
Os grandes jogos, nos quais se inclui o ambiente em volta do retângulo do jogo, marcam muito mais do que uma época. É um jogo para a história. Será sempre recordado quando os dois clubes se voltarem a defrontar. Foi assim o jogo grande da 8.ª jornada do Campeonato SABSEG. O grande golo de Marmelo, nos últimos instantes da partida, foi uma espécie de “bomba-atómica” num bonito Marques da Silva, desfazendo a igualdade e a excelente segunda parte da equipa do União de Lamas.

Quem aproveitou foi o São João de Ver, que subiu ao segundo lugar, já que, fora de portas, não facilitou e venceu categoricamente o Oliveira do Bairro (0-4). A expressiva vitória do Cesarense, na receção ao Cucujães, permitiu à equipa de Nélson Pinho subir ao pódio, em Igualdade pontual com os lamacenses. Comprovou-se também o excelente momento da equipa do Canedo, que venceu em casa o Pampilhosa, com um golo nos derradeiros minutos. Foi Vilar quem entrou para ser dono da razão.


O destaque
O destaque coletivo desta semana vai para a fantástica vitória do Canedo contra um dos candidatos, que fez, certamente, todos olharem com mais atenção para a bela equipa que mora nas Valadas. Apesar de um arranque em falso, Miguel Rapinha começa, finalmente, a colher frutos do seu trabalho e soma a terceira vitória consecutiva no campeonato. Com Fredy, Letz e Osório - que trio de luxo - a gerir o bater do “coração” do Canedo a meio-campo, foi Vilar quem saltou do banco para acelerar o bater desse mesmo “coração”. Matematicamente, esta vitória nada mais significa do que três pontos. Moralmente, foi uma vitória que permite encarar os próximos desafios com maior confiança.

O destaque individual vai para Gonçalo Resende, que marcou dois golos na receção do Alba à equipa do Carregosense. Tive oportunidade de me cruzar com o Gonçalo no futebol, e é um daqueles “miúdos” que nos fazem levantar sempre que pega na bola. Com 21 anos, começa esta época a apresentar mais maturidade no seu futebol que não a de apenas um ala/extremo rebelde. Fura com resistência e agilidade, ganha espaços e desequilibra. No jogo da semana passada, voltou a ser preponderante e na equipa do Alba é o elemento, neste estilo, que mais faz “dançar” os adversários. Um craque em ascensão!

A antevisão
O líder do campeonato, Ovarense, desloca-se a São João de Ver, casa do vice, para o jogo mais apetecível da 9.ª jornada do Campeonato SABSEG. O São João de Ver pode parecer mais forte, por jogar em casa e sobretudo pela qualidade individual dos seus elementos, mas a Ovarense pode ter, se bem utilizadas, armas estratégicas capazes de surpreender. Penso que é este o ponto-chave do jogo.

A sul do distrito jogar-se-á um Pampilhosa-Esmoriz que tem ingredientes mais do que suficientes para ser um grande duelo. A equipa da casa, que vem de duas derrotas consecutivas, necessita urgentemente de pontos para não continuar a “queda livre” na tabela classificativa e quererá sacudir a pressão. Porém, do outro lado, estará um Esmoriz (que grande trabalho de Migueli) que apresenta um registo e impulso ofensivo fora de portas tremendo: zero derrotas e quinze golos marcados.

Na zona crítica da tabela surge um Carregosense que anunciou, no início da semana, a saída de Mickael Amaral do comando técnico da equipa. O arranque de época não correu como esperado (oito jogos, um triunfo e dois empates) e não condiz, de todo, com a qualidade do jovem treinador. Por outro lado, a visita ao reduto do Cucujães marcará o regresso de Luís Miguel ao comando técnico da equipa que orientou em 2012/2013, alcançando um inédito 3.º lugar. Separadas apenas por um ponto, será mais um jogo interessante de acompanhar.

1 de Novembro de 2019
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas