Antevisão e análise ao Campeonato Grande Hotel de Luso por João Tiago Araújo

A jornada
A 2.ª jornada do Campeonato Grande Hotel de Luso foi pautada pelo enorme equilíbrio, com apenas um dos sete jogos a registar uma diferença superior a dois golos.

Beira-Ria e PARC são, agora, as únicas equipas a contarem por vitórias os jogos disputados. Os da Gafanha do Carmo são mesmo o melhor ataque da prova (15 golos marcados) e, na deslocação a Aguada de Baixo, aliaram a exibição sólida a um resultado robusto, goleando a ARCA por 9-3. A formação de Pindelo, por sua vez, ganhou à Casa do Povo de Esgueira, num jogo de enorme equilíbrio e onde a eficácia dos da casa ditou a diferença.

Nos restantes jogos, destaque maior para o empate a três golos entre Juventude de Fiães e Travassô, bem como para a reviravolta operada pelo Mozelos diante da ADREP. Os comandados de Augusto Costa estiveram a perder por dois golos, num jogo entre duas equipas bem organizadas, mas fizeram uma segunda parte muito interessante e retificaram alguns erros evidenciados na primeira jornada.

No fundo da tabela, ainda sem pontos, estão Barcouço, FC Arouca e Telhadela. Realce para a forma valente como os de Ribeira de Fráguas se bateram diante da experiente equipa do Cucujães, tendo feito do apoio das suas gentes o suporte necessário para terem estado, durante a segunda parte, muito perto da discussão dos pontos em jogo.

O destaque
Após duas jornadas, talvez a nota de maior destaque vá para o facto da Juventude de Fiães ainda não ter alcançado qualquer vitória. Tida por todos como uma das claras favoritas à subida de divisão, a formação orientada por Élio Almeida não tem desiludido e tem apresentado bons processos de jogo, mas voltou a permitir o empate depois de ter tido dois golos de vantagem, novamente no 5 para 4. Desta vez, o Travassô logrou a igualdade com dois golos dentro dos últimos 90 segundos do jogo, pelo que também há que dar muito mérito à turma de Jorge Marques, que empatou a 2 segundos da buzina.

A antevisão
Olhando para a terceira jornada, o destaque tem de ir quase por inteiro para o dérbi oliveirense entre Cucujães e PARC, que coloca frente a frente duas das equipas que ainda não perderam e que, por acréscimo, movimentam sempre um bom número de adeptos e seguidores. Há boas condições para ser o jogo da jornada e para se assistir a um encontro bastante emotivo.

De resto, referência para o embate entre Arrifanense e Beira-Ria, duas equipas que também ainda não perderam, e para os jogos entre conjuntos vizinhos e que se conhecem muito bem: o ADREP-ARCA e o CP Esgueira-Gafanha.

1 de Novembro de 2019
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas