Antevisão e análise ao Campeonato Grande Hotel de Luso por João Tiago Araújo

A jornada
A ronda inaugural do Campeonato Grande Hotel de Luso não defraudou as expectativas nos dois jogos que, à partida, reuniam as maiores atenções dos seguidores do distrital aveirense. CD Cucujães e Juventude de Fiães foram protagonistas do jogo da jornada, com um empate a quatro bolas que teve muitas incidências nos minutos finais e, em especial, nos derradeiros momentos. A turma orientada por Élio Almeida confirmou a qualidade do plantel e soube quase sempre impor a sua maneira de jogar, mas o Couto reagiu na situação estratégica de guarda-redes avançado e, com os jogadores muito experientes que tem, logrou a recuperação no marcador e estabeleceu o 4-4 final a 19 segundos do fim.

Na Gafanha do Carmo, o encontro entre Beira-Ria e Mozelos teve muitos lances junto de ambas as balizas e foi vibrante para os adeptos de jogos com constantes alternâncias no marcador. A formação da casa, que manteve a base da época anterior e reforçou-se com elementos importantes, só na parte final é que passou para a frente do resultado e soube guardar a vantagem quando o Mozelos, nos últimos quatro minutos, apostou no 5 para 4.

Nos restantes jogos, referência para o empate (3-3) entre Arrifanense e ARCA, num jogo em que os de Aguada de Baixo recuperaram de uma desvantagem de três golos. O Gafanha também esteve perto de escalar a montanha de quatro golos de desvantagem perante a ADREP, mas acabou por perder (5-3) no jogo que teve as melhores finalizações da jornada e golos com execuções de muita qualidade.

O destaque
Nesta primeira semana, o destaque tem de ser dado à prestação da Casa do Povo de Esgueira, que goleou, fez 9 golos e é o primeiro líder do campeonato. Os comandados de Carlos Nascimento são uma equipa muito jovem, mas ao mesmo tempo já com alguns anos destas andanças, muito disciplinada e muito eficaz nos seus processos. Os aveirenses tiraram também partido da maior inexperiência do Telhadela, estreante entre os primodivisionários, que se desligou muito do jogo na parte final e isso acabou por dar origem ao avolumar do resultado.

A nível individual, Jota, do Travassô, prolongou a veia goleadora da época passada e começou este campeonato com quatro golos.

A antevisão
Olhando para a segunda jornada, realce para o único jogo entre equipas que já têm 3 pontos, com a PARC a receber a Casa do Povo de Esgueira. As duas equipas conhecem-se muito bem, até porque subiram de divisão juntas em 2015/2016, e protagonizam, tradicionalmente, jogos muito equilibrados e com pouca diferença de golos no placard. Atenções centradas, ainda, na receção da Juventude de Fiães ao Travassô, outra equipa com ambições ao top-6 da classificação, e no duelo entre Mozelos e ADREP, com os comandados de Augusto Costa a quererem reagir ao desaire inaugural e os de Gil Balseiro a serem colocados à prova numa deslocação complicada.

25 de Outubro de 2019
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas