Pinheirense acaba época em beleza e sagra-se campeão da 2.ª Divisão Distrital

O Pinheirense venceu, no último domingo, a LAAC, por 2-0, e arrecadou o título da 2.ª Divisão Distrital, cuja final se disputou em Albergaria-a-Velha. Para Pedro Silva, técnico da formação de Pinheiro da Bemposta, trata-se de um feito que culmina uma época marcada pela regularidade.

O treinador, que chegou há duas temporadas no clube, lembra que a sua equipa “entrou no campeonato com um objetivo que foi assumido internamente, o qual passava pela subida de divisão”, sendo que “a qualidade do Pinheirense foi evidente” ao longo da prova, acredita Pedro Silva. 

“Vencemos a nossa série e acabámos a época em beleza com a conquista do título. Tendo em conta a temporada que fizemos, na qual perdemos apenas dois jogos no campeonato, e em que na Taça fomos eliminados nas grandes penalidades por um dos finalistas, a minha equipa foi uma justa campeã”, defende.

O treinador do Pinheirense realça que trabalhou com “um grupo muito forte, com jogadores que se identificam muito com o clube”. “Podemos não ter nomes como outros clubes, mas o coletivo é superior. Foi isso que fez a diferença”, acredita.

No jogo com a LAAC, o Pinheirense adiantou-se no marcador por Artur Santos, aos 26 minutos, com João Marques a sentenciar a vitória no arranque da primeira parte. Pedro Silva confessa que não esperava uma entrada tão forte da sua equipa, a qual acabou por lhe valer o triunfo.

“Admito que fiquei um pouco surpreendido pela forma como entrámos, porque íamos encontrar uma equipa que fez mais pontos do que nós e que tem um plantel vasto e de qualidade. Contudo, a LAAC teve algumas ausências e nós entrámos muito fortes no jogo, o qual acabámos por dominar por completo”, conclui.

Fotografia
FC Pinheirense

17 de Junho de 2019
Vítor Hugo Carmo
[email protected]
Notícias Relacionadas
Equipas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas