Borralho é o Jogador do Ano para os capitães da Prova Final do Campeonato Grande Hotel de Luso

Borralho, goleador do GD Beira-Ria, é o Jogador do Ano da Prova Final do Campeonato Grande Hotel de Luso, ao receber 10 nomeações dos 14 capitães das equipas que participaram na competição. Aliás, o GD Beira-Ria é o clube que domina as escolhas para o 5 do Ano, do qual fazem parte três jogadores da equipa que venceu a Prova Final.

Rafa é o guarda-redes escolhido pelos capitães para defender a baliza do 5 ideal da competição. O jogador do GD Beira-Ria foi preponderante para a vitória na final, com o FC Barcouço, decidida nas grandes penalidades, duas das quais defendidas por Rafa. Além disso, ajudou a que a sua equipa fosse a menos batida na Prova Final, com apenas seis golos sofridos.

À sua frente, o guarda-redes tem o colega de equipa Dudu, que repete a presença no 5 do Ano pela segunda temporada consecutiva. O fixo, de 31 anos, cumpriu a quarta época ao serviço do GD Beira-Ria, ele que tem sido preponderante pelas assistências para golo.

Quem também repete a presença no 5 do Ano em relação à época passada é Luís Miguel Matos, universal da ARCA, que terminou a Prova Final com um registo de três golos marcados. Ao seu lado tem o ala/pivot Borralho, eleito o Jogador do Ano, com 10 nomeações dos capitães, superando a concorrência por larga margem. Foi, a par de Fábio Lopes, o melhor marcador do GD Beira-Ria na competição, com seis golos.

A equipa fica completa com o pivot Miguel Paiva, do FC Barcouço, que foi o melhor marcador da Prova Final, com 10 golos apontados. O jogador, de 24 anos, conta já com 57 golos marcados nas três épocas com a camisola do emblema da Mealhada.

Um cinco que “dispensa apresentações”
Para José Bastos, que na época passada assumiu a função de treinador-adjunto no GRC Telhadela, “não há nada a apontar às escolhas dos capitães” das equipas que participaram na Prova Final do Campeonato Grande Hotel de Luso. O técnico considera que a eleição de Borralho como Jogador do Ano “é inteiramente justa”, por se tratar de “um fora de série. “É evidente que tem um pé esquerdo fantástico. A jogar como ala, como aconteceu esta época, o seu rendimento é ainda maior”, afirma.

José Bastos descreve ainda Rafa como um guarda-redes “versátil e completo”, cuja “experiência tem sido importante para a equipa do GD Beira-Ria. 

O técnico admite que Dudu “dispensa apresentações, como todos os escolhidos para o 5 do Ano”, sendo “um dos melhores na sua posição, e evoluído no aspeto técnico e tático”.

Quanto a Luís Miguel Matos, o treinador considera que “tem condições para ser sempre um sério candidato a jogador do ano”. “A sua carreira fala por si, tal como os clubes por onde passou, mas é dentro da quadra que tem vindo a mostrar todo o talento e qualidade”, explica.

Relativamente à escolha de Miguel Paiva para a posição de pivot, José Bastos admite que “faz justiça à sua grande qualidade na finalização”. “Também desempenha muito bem as suas funções táticas e tem um grande poderio físico”, conclui.

O 5 do Ano e a distinção do Jogador do Ano foram definidos a partir das escolhas dos capitães de todas as equipas que participaram na Prova Final do Campeonato Grande Hotel de Luso, que tinham como única regra não poderem escolher atletas da sua própria equipa. As votações podem ser consultadas na galeria em baixo.

14 de Julho de 2021
Vítor Hugo Carmo
[email protected]
Notícias Relacionadas
Jogadores
Equipas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas