Adélio Melo tornou-se um goleador voraz para deleite do promovido Pinheirense

De há um ano para cá, a carreira de Adélio Melo deu uma volta impressionante. O até então defesa, que o máximo que se tinha aventurado no terreno tinha sido para jogar como médio defensivo, foi testado, na época passada, a ponta de lança, e os resultados não poderiam ter sido mais animadores. Aos 13 golos em 2017/2018, o agora avançado somou 25 na atual temporada, ajudando o Pinheirense a tornar-se na primeira equipa da Série A a subir à 1.ª Divisão Distrital. Mais a sul, o CRAC juntou-se à LAAC na lista de clube promovidos.

A festa em Pinheiro da Bemposta, concelho de Oliveira de Azeméis, iniciou-se com o triunfo, por 6-0, diante do Fermedo. Metade desses golos foram apontados por Adélio Melo, o goleador da equipa, que depois de ter feito a formação na Oliveirense como defesa virou goleador na idade adulta.

“No ano passado, a equipa não conseguia ter muita bola. O treinador colocou-me a ponta de lança para a poder segurar um pouco mais. Começou a correr bem e ganhei o gosto pela posição”, recorda o jovem, de 22 anos. O técnico dessa altura era Vítor Costa, o atual presidente do clube. “Até lhe digo, na brincadeira, que foi a melhor aposta que ele fez na vida”, brinca Adélio Melo, que esta época já superou os 20 remates certeiros que havia definido como meta no arranque do campeonato.

Os seus golos ajudaram o Pinheirense a subir de divisão, um feito que fugia ao clube há duas décadas. “Esse era o grande objetivo. Não quisemos que saísse para fora do balneário mas, a partir de certa altura, não deu para esconder”, explica, enquanto recorda a euforia da festa, que juntou adeptos e plantel.

CRAC festeja subida na Série B
Além do ‘hat-trick’ de Adélio Melo, João Marques, André Carvalho e Paulo Correia completaram o triunfo do Pinheirense diante do Fermedo, por 6-0.

Na segunda posição segue a Geração RD, que contou com os golos de Marco Faustino e Rodolfo Jorge para vencer o Válega (2-1), que reduziu por intermédio de Samuel Barge.

O pódio fica completo com o São Roque, vencedor do duelo com o Nogueira da Regedoura, por 3-0. Um golo de José Oliveira permitiu ao Argoncilhe derrotar o Tarei (1-0), enquanto Dani bisou no triunfo do Romariz na casa do Relâmpago Nogueirense, por 2-1.

Um ‘bis’ de Paulo Tavares não suficiente ao Macieira de Cambra para vencer o São Martinho, que respondeu com os tentos de Paulo Monteiro e Rui Ferreira (2-2).

Com Tiago Fragoso em plano de evidência, autor de um ‘hat-trick’, o Santiais derrotou o Rocas do Vouga por 5-1, numa ronda em que Milheiroense e Caldas de São Jorge não saíram do nulo. Por fim, o Lobão ganhou em Vila Viçosa graças a um autogolo (1-0).

Na Série B, o CRAC derrotou o Vaguense, por 5-0, e celebrou, na 34.ª jornada, a subida à 1.ª Divisão Distrital. Cláudio Casal e Rodrigo Silva bisaram pelo conjunto de Vagos.

Igualmente dilatada foi a vitória da líder LAAC em Águas Boas, por 6-1, com Diogo Ribeiro e Rudi Horta a bisarem. O Calvão triunfou na casa do Valonguense (2-0), enquanto a União Desportiva de Bustos ganhou por 8-0 em Carqueijo, com Tiago Reis a completar um ‘póquer’.

Num jogo emocionante, o Mamarrosa venceu o CD Luso por 4-3, com Rafael Carvalho e Diogo Carvalho a bisarem por cada uma das equipas, tendo o Paredes do Bairro triunfado na receção ao Aguinense por 8-2, com Miguel Simões e Nuno Dias a bisar.

O Santo André triunfou na casa do Bom-Sucesso (2-0) e o Sosense levou a melhor diante do Pessegueirense (1-0). Quanto à Ribeira da Azenha venceu o JuveForce B por 4-1, com golos de David Silva, Matheus Pereira, Paulo Pinto e Jonathan Pinheiro.

Fotografia
Direitos Reservados

14 de Maio de 2019
Rui Santos
[email protected]
Notícias Relacionadas
Jogadores
Equipas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas