“A ambição com que entramos em campo é enorme”

Três vitórias consecutivas e um registo sem paralelo na presente temporada. Assim se caracteriza o atual momento do Cesarense que, depois de um início atribulado, encontrou em Manuel Monteiro a chave para desbloquear uma fase para esquecer. O técnico, que substituiu Martelinho no comando da formação de Cesar, dá a cara pelo melhor Cesarense da época e o triunfo na receção ao Sousense (4-2) encerra um ciclo de cinco jogos com um único desaire, na Série C do Campeonato de Portugal Prio.

“Ligaram-me a perguntar se queria assumir o Cesarense e eu decidi aceitar o desafio. Reunimos e acertámos os pormenores”, começa por contar Manuel Monteiro, que não esconde o ambiente que encontrou quando chegou ao clube: “Os jogadores estavam animicamente em baixo e sem confiança. A bola “queimava”, mas sabia que podíamos dar a volta à situação”.

Então, o que mudou? “Sobretudo, a atitude que temos em campo e a forma como encaramos os jogos. Temos que ser fortes, organizados e não sofrer golos, para podermos estar mais perto de vencer. Temos conseguido fazê-lo e temos tido muitas oportunidades de golo. A ambição com que entramos em campo é enorme”, garante o treinador, que aponta a crença da equipa como fator essencial para o ponto de viragem: “Todos começaram a acreditar que podíamos vencer e os resultados têm trazido mais alegria e confiança. Temos crescido a cada semana”.

Oliveirense sobe à segunda posição no dérbi da Série C
A 15.ª jornada da Série C do Campeonato de Portugal Prio trouxe alterações no topo da classificação. No jogo grande da jornada, dois golos já perto do final da partida foram suficientes para a Oliveirense vencer na deslocação a S. João da Madeira (2-0). A equipa de Oliveira de Azeméis trocou de posição com a Sanjoanense, ocupando agora o segundo lugar. Sérgio Silva e Fábio Novo foram os autores dos golos.

O Estarreja, por seu lado, empatou no reduto do Cinfães (1-1). Alex ainda deu vantagem aos comandados de Sandro Botte, mas Pio Junior, de grande penalidade, repôs a igualdade, que imperou até final.

Na Série D, Gafanha e Lusitano empataram (1-1) no duelo de líderes. A formação orientada por Nuno Pedro mantém, assim, a liderança e os cinco pontos de vantagem em relação ao segundo classificado. Melo adiantou o Lusitano e Mino, perto do final, resgatou um ponto para os homens da Gafanha da Nazaré.

Anadia e Águeda, por seu lado, continuam a perseguição aos lugares de acesso à fase de promoção. Os trevos recuperaram de uma desvantagem de dois golos e venceram o Nogueirense (3-2), diminuindo para um ponto a distância em relação ao Lusitano. O Águeda, com um golo de Diego, derrotou o Tourizense (1-0), mantendo a quarta posição.

Já o Pampilhosa sofreu uma pesada derrota (1-4) na receção ao Mortágua, mantendo o nono lugar. O golo de Joeano foi insuficiente para que os Ferroviários assegurassem um resultado positivo.

Fotografia
Futebol Clube Cesarense

 

10 de Janeiro de 2017
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas