“A ambição com que entramos em campo é enorme”

Três vitórias consecutivas e um registo sem paralelo na presente temporada. Assim se caracteriza o atual momento do Cesarense que, depois de um início atribulado, encontrou em Manuel Monteiro a chave para desbloquear uma fase para esquecer. O técnico, que substituiu Martelinho no comando da formação de Cesar, dá a cara pelo melhor Cesarense da época e o triunfo na receção ao Sousense (4-2) encerra um ciclo de cinco jogos com um único desaire, na Série C do Campeonato de Portugal Prio.

“Ligaram-me a perguntar se queria assumir o Cesarense e eu decidi aceitar o desafio. Reunimos e acertámos os pormenores”, começa por contar Manuel Monteiro, que não esconde o ambiente que encontrou quando chegou ao clube: “Os jogadores estavam animicamente em baixo e sem confiança. A bola “queimava”, mas sabia que podíamos dar a volta à situação”.

Então, o que mudou? “Sobretudo, a atitude que temos em campo e a forma como encaramos os jogos. Temos que ser fortes, organizados e não sofrer golos, para podermos estar mais perto de vencer. Temos conseguido fazê-lo e temos tido muitas oportunidades de golo. A ambição com que entramos em campo é enorme”, garante o treinador, que aponta a crença da equipa como fator essencial para o ponto de viragem: “Todos começaram a acreditar que podíamos vencer e os resultados têm trazido mais alegria e confiança. Temos crescido a cada semana”.

Oliveirense sobe à segunda posição no dérbi da Série C
A 15.ª jornada da Série C do Campeonato de Portugal Prio trouxe alterações no topo da classificação. No jogo grande da jornada, dois golos já perto do final da partida foram suficientes para a Oliveirense vencer na deslocação a S. João da Madeira (2-0). A equipa de Oliveira de Azeméis trocou de posição com a Sanjoanense, ocupando agora o segundo lugar. Sérgio Silva e Fábio Novo foram os autores dos golos.

O Estarreja, por seu lado, empatou no reduto do Cinfães (1-1). Alex ainda deu vantagem aos comandados de Sandro Botte, mas Pio Junior, de grande penalidade, repôs a igualdade, que imperou até final.

Na Série D, Gafanha e Lusitano empataram (1-1) no duelo de líderes. A formação orientada por Nuno Pedro mantém, assim, a liderança e os cinco pontos de vantagem em relação ao segundo classificado. Melo adiantou o Lusitano e Mino, perto do final, resgatou um ponto para os homens da Gafanha da Nazaré.

Anadia e Águeda, por seu lado, continuam a perseguição aos lugares de acesso à fase de promoção. Os trevos recuperaram de uma desvantagem de dois golos e venceram o Nogueirense (3-2), diminuindo para um ponto a distância em relação ao Lusitano. O Águeda, com um golo de Diego, derrotou o Tourizense (1-0), mantendo a quarta posição.

Já o Pampilhosa sofreu uma pesada derrota (1-4) na receção ao Mortágua, mantendo o nono lugar. O golo de Joeano foi insuficiente para que os Ferroviários assegurassem um resultado positivo.

Fotografia
Futebol Clube Cesarense

 

10 de Janeiro de 2017
Pedro Fernandes
pedrofernandes@afatv.pt
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas