Tudo igual no pódio do Campeonato Grande Hotel de Luso na estreia a vencer do Barcouço fora de casa

A 13.ª jornada do Campeonato Grande Hotel de Luso ficou marcada pelas vitórias das equipas que ocupam o pódio da competição. O Beira-Ria venceu no reduto do Gafanha, por 5-2, e continua partilhar a liderança com o Mozelos, que bateu a ARCA, em casa, por 6-2. Já o Travassô triunfou na receção ao Arrifanense por 7-2, numa ronda em que o Barcouço venceu pela primeira vez fora de portas, derrotando o Telhadela por 3-2.

O Beira-Ria esteve a perder na visita ao Gafanha, após um golo de José Silva, mas Eduardo Oliveira empatou a partida. Os anfitriões colocaram-se novamente na frente com um tento de Adão Oliveira, mas os golos de Ricardo Soares, que bisou, Rafael Morgado e do guardião Bruno Barbosa deram o triunfo ao Beira-Ria por 5-2.

A jogar em casa, o Mozelos beneficiou dos golos de Mário Pereira, Diogo Silva, André Gonçalves, Vasco Costa, Carlos Rodrigues e de um autogolo, para vencer a ARCA por 6-2, que ainda reduziu por Cristiano Silva e Flávio Carrinho. Quanto ao Travassô bateu o Arrifanense por 7-2, com golos de Diogo e Jota, que bisaram, e de Mota, Brites e Iuri, com os visitantes a reduzirem graças a um “bis” de Miguel Silva.

A 13.ª jornada registou, também, a primeira vitória fora de portas do Barcouço na competição, no reduto do Telhadela, por 3-2, com os golos de Valada, Zé Trancho e Rui Noivo. O Telhadela, que segue na última posição, reduziu por Rui Mortágua e João Silva.

A PARC derrotou a ADREP por 7-4, com os tentos de Joel Santos e Renato Pereira, que completaram um “hat-trick”, e um golo de Diogo Costa, tendo os visitantes reduzido por Júlio Netto, que bisou, João Abrantes e Gonçalo Pereira.

Quanto à Juventude de Fiães empatou a um golo na receção à Casa do Povo de Esgueira, com Carlos Almeida a colocar os fianenses em vantagem. Os aveirenses chegaram à igualdade perto do final, com um golo de Rui Alves.

Quem também empatou, mas a três golos, foi o Arouca, na receção ao CD Cucujães. Ricardo Quintas deu vantagem aos anfitriões. Na resposta, Diogo Almeida, Miguel Costa e André Castro operaram a “cambalhota” no marcador, a qual seria anulada após os tentos de António Brito e Ricardo Quintas, que completou um “bis”.

27 de Janeiro de 2020
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas