"Se marcar, é certo que não vou festejar"
Dificilmente, o regresso de Arnaldo Pereira ao futsal nacional poderia ser mais emotivo. Com seis títulos de campeão nacional no currículo, cincos deles ao serviço do Benfica, o ala, hoje com 37 anos, decidiu voltar ao Portugal natal depois de quatro temporadas em que passou pelos campeonatos da Letónia e de Inglaterra. O Futsal Azeméis, estreante na Liga SportZone, seduziu-o na hora do regresso e o calendário não poderia ter sido mais caprichoso. O primeiro jogo da época é no pavilhão da Luz (amanhã, 12 de outubro, 19h15), e o internacional português não esconde que será um reencontro especial.

"Se marcar, vou ficar contente, mas é certo que não vou festejar". Sem rodeios, Arnaldo, que vestiu a camisola das Quinas em mais de 200 ocasiões, não esconde que será "especial" voltar a uma casa onde viveu "grandes momentos e feitos históricos", entre os quais a conquista da UEFA Futsal Cup, em 2009/2010. Para tornar a ocasião solene, será a primeira vez que irá defrontar as águias desde que deixou a Luz: "O Benfica está no coração, mas tenho que representar as cores do Azeméis".

As probabilidades de sucesso podem não ser as mais animadoras, mas o experiente atleta espera que o Futsal Azeméis use as suas armas "para tentar uma surpresa". Pela frente encontrará um Benfica "muito forte, coeso e moralizado com a vitória na Supertaça, frente ao rival Sporting", mas há sempre "lacunas a explorar", que o clube aveirense procurará aproveitar.

O ala acredita numa "época simpática", o que traduzido em objetivos poderá ser "a
cabar entre os primeiros oito classificados e criar dificuldades nos playoff a certas equipas que são mais favoritas". "Para primeiro ano, podemos fazer uma coisa muito bonita", acredita.

Estrutura do Futsal Azeméis surpreendeu-o
Arnaldo Pereira é um dos nomes mais importantes da história do futsal nacional. Além de ter sido internacional português, defendeu as cores do Instituto D. João V, do Feixieiro, onde se sagrou campeão em 2001/2002, e do Benfica. Passou pelos espanhóis do Triman Navarra (2004-2007), pelos letões do FK Nikars (2012-2015) e pelos ingleses do Baku United (2014 e 2015/2016), antes de aterrar em Oliveira de Azeméis.

Aí, encontrou "
um clube muito bem organizado", onde "tudo é pensado ao pormenor". O impacto inicial foi determinante para aceitar o convite do Futsal Azeméis. "A primeira impressão que tive na reunião com os diretores e o mister Canavarro foi excelente. Foi a melhor proposta que tive, e deu-me a possibilidade de treinar os juniores", conta Arnaldo, que apenas aponta uma falha: "O pavilhão está sobrelotado, e as horas de treino são um bocado tarde". "Mas é um clube muito organizado, com gente que tem vontade de trabalhar e que quer sempre mais", completa o atleta.

Fotografia
Facebook Futsal Azeméis
11 de Outubro de 2016
Rui Santos
[email protected]
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas