Raquel Vasco ajuda nos negócios da avó enquanto marca golos pelo Lourosa

O Lusitânia de Lourosa garantiu o apuramento para a terceira eliminatória da Taça de Portugal de futsal feminino ao golear, em casa, o Santa Clara, por 11-2. Raquel Vasco perfez um "hat-trick", ela que concilia o futsal com o tempo que passa a ajudar a avó nos negócios. Por seu turno, Futsal Azeméis e S. Pedro Castelões ficaram pelo caminho na prova.
 
Raquel Vasco está na segunda época ao serviço do Lourosa e ambiciona regressar à divisão principal do futsal nacional, que ficou a conhecer aquando da sua passagem pelo Canidelo. “Sabia que, ao aceitar o desafio do Lourosa, teria de trabalhar para ajudar a equipa a subir aos nacionais. É para isso que aqui estou, e quero continuar a marcar golos. Mantemos o objetivo do campeonato, da Taça Distrital e da Supertaça, mas este ano queremos a subida que falhou na época passada por apenas um ponto”, admite.

A pivot considera-se “uma jogadora de muita raça e determinação, que não gosta nada de perder”, admitindo que o futsal é uma aposta ganha. “Ainda cheguei a jogar futebol de 11, até que aceitei um convite que mudou a minha perspetiva sobre o futsal. Tornou-me ainda mais competitiva”, garante.

Raquel Vasco confessa que, na vida pessoal, assumiu uma responsabilidade que também transporta para as quadras, a qual lhe permite gerir melhor as emoções. “Ajudo a minha avó nos negócios de aluguer de habitações. É algo que me faz bem e que não interfere em nada com o futsal. Só me dá mais responsabilidade a todos os níveis”, refere.

Ainda na Taça de Portugal, o Futsal Azeméis by Noxae foi derrotado no seu reduto pelo Juventude de São Pedro pela margem mínima (1-0), enquanto o S. Pedro Castelões vacilou perante a Académica de Coimbra/SF, perdendo por 4-2. Sandrina Sá e Ana Costa marcaram os golos da formação de Vale de Cambra.

Novasemente vence no Campeonato Nacional
No que toca ao Campeonato Nacional, o Novasemente triunfou no reduto do Santa Luzia, por 5-3, resultado que mantém a formação de Espinho no segundo lugar da Zona Norte, a três pontos do líder, Vermoim. Os golos de Lídia Moreira, que completou um "hat-trick", um autogolo e um tento de Carol construíram o triunfo das espinhenses.

Fotografia
Direitos Reservados

9 de Novembro de 2018
Vítor Hugo Carmo
[email protected]
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas