Pedro Alves pretende devolver competitividade ao SC Esmoriz

A queda à 1.ª Divisão Distrital deixou marcas no SC Esmoriz, mas o clube pretende virar a página e devolver aos seus adeptos o orgulho no emblema da Barrinha. Pedro Alves aceitou o desafio de orientar a equipa na nova época e, entre elogios ao protocolo estabelecido com o SC S. João de Ver, ambiciona um grupo unido e competitivo na prova.

A “apresentação do projeto por parte das duas estruturas diretivas” foi suficiente para que o técnico respondesse afirmativamente ao convite que lhe foi feito e, depois de uma época “extremamente negativa”, o objetivo passa por “elevar a realidade competitiva do clube”.

“O que me foi pedido foi que devolvamos competitividade ao SC Esmoriz, fazendo com que os seus sócios e a comunidade envolvente tenham orgulho na equipa. Esse foi o principal gatilho de motivação para abraçar este projeto”, sublinha, apontando como “extremamente positiva” a relação estabelecida com o SC S. João de Ver.

Para o treinador, o protocolo em vigor “vai possibilitar ao SC Esmoriz experimentar as dinâmicas de uma estrutura profissional”, permitindo que “as pessoas cresçam em realidades mais exigentes, em que temos de ir ao pormenor em todos os aspetos, desde a relva à vitaminação e ao treino”.

Uma “responsabilização” que, confia, “vai fazer crescer a estrutura do SC Esmoriz”, num ano em que o plantel será constituído por “um grupo de jovens que se quer mostrar a um grande nível para ter uma oportunidade num patamar superior”.

Com a temporada 2022/23 a aproximar-se, Pedro Alves procura “restaurar a mística da Barrinha” e adverte para a necessidade de um grupo “competente ao domingo” para “discutir o jogo em qualquer campo”. Os desafios, prevê, “vão ser grandes”, especialmente pelo “leque de jogadores e equipas extremamente valiosos” que militam na 1.ª Divisão Distrital.

“Teremos de nos preparar para os enfrentar. Sabemos que há equipas que desceram do Campeonato SABSEG, mas mantiveram a estrutura da época transata praticamente na totalidade, e só por isso já estão na frente pelas dinâmicas e automatismos que têm”, atesta, apontando como missão tornar os “jovens jogadores, com grande qualidade”, de que dispõe “num grande grupo e, depois, numa grande equipa”.

Plantel do SC Esmoriz
Guarda-Redes:
João Ribeiro, Paulo Gonçalo e Leandro Ribeiro;
Defesas: Tiago Vieira, Tomás Picarote, Dinis Dias, João Silva, Pedro Ferreira, Ruben Barbosa, André Mendes e Cristiano Vieira;
Médios: Carlos Xavier, Ricardo Nogueira, Diogo Farias, Tiago Sousa, Diogo Santos, Igor Santos e Ruben Fonseca;
Avançados: Thiago Silva, Dani Silva, Ruben Martins, Pedro Silva, André Corredoura, Vasco Oliveira, Gabriel Ferreira, Sebastian Velasquez e Haliky Juvenul.

Fotografia: Direitos Reservados

20 de Setembro de 2022
Final Version
Notícias Relacionadas
Equipas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas