Olho Clínico: A análise de José Alexandre Silva

No último domingo, depois de ter empatado em casa contra a Salernitana, naquele que, vencendo, era o jogo do título, Luciano Spaletti, treinador do Nápoles, assumiu que estes “são os pontos mais difíceis”, e é uma verdade quase absoluta. Faltava pouco, muito pouco, um ponto apenas. E ontem, num jogo de nível emocional bem alto, um empate resolveu o assunto, mas começaram a perder e a confiança podia ter sido abalada. No entanto, no final as portas do estádio Diego Armando Maradona abriram-se para festejar como nunca.

E estes quatro jogos que faltam à Florgrade FC e ao CF U. Lamas para se decidir quem sobe, vão ser feitos de pontos de uma dificuldade tremenda de conquistar. Como foi o jogo do União em Águeda, numa vitória feita de reviravolta e só na segunda parte, ou a dos “corticeiros” em casa, contra a AD Ovarense, num 2-1 feito de margem mínima e onde o golo de Gonçalo Semedo deixou os líderes da prova em sentido e com os sentidos em alerta.

A jornada

A Florgrade FC vai ter um osso muito duro de roer na deslocação a Estarreja. A formação brilhantemente liderada pelo mister Rui Valente sabe sempre o que fazer em campo. Em termos táticos é sempre muito forte e tem jogadores experientes, batidos, que não facilitam em momento algum. Será um caminho difícil de percorrer, e o líder do campeonato vai ter de saber sofrer para amealhar os três pontos. O que, verdade seja dita, tem sabido fazer nos jogos a “doer”. Já o CF U. Lamas tem uma deslocação muito complicada a Fiães, contra uma equipa despreocupada e com atletas de qualidade. A diferença, na forma como vejo as coisas, pode estar na concentração e no rigor. E os jogadores às ordens de Fábio Pais sabem que esta é uma jornada fundamental na aspiração de subir de divisão. No mesmo sentido da semana passada, AD Ovarense x SC Fermentelos e ADC Lobão x RD Águeda (em crise, com a saída do treinador Carmindo Dias), não têm nada para decidir e, por isso, podem jogar ao ataque, sem grandes amarras, e proporcionar um futebol mais espetacular.

A manutenção

A UD Mansores deu um passo de gigante na última semana, ao ganhar em Castelo de Paiva e aproveitando, da melhor maneira, o deslize da AD Valonguense, que, a sul, foi goleada por uns incríveis 7-2 no campo do SC Alba (o mister Hugo Oliveira renovou o vínculo para a próxima época, no que só pode ser uma boa notícia).

Esta semana, tanto a UD Mansores como a AD Valonguense recebem equipas já despromovidas, a ARC S. Vicente Pereira e a LAAC, respetivamente. O único resultado possível será a vitória, para ambas, nesta que é a última jornada, que definirá quem fica e quem desce de divisão.

5 de Maio de 2023
Banner Seaside Promo
Instagram AFA
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Facebook
Notícias Mais Lidas