Olheiros de Elite: As escolhas de Sérgio Oliveira e Vasco Coelho para a Liga Virtual

O meio campo volta a ter predominância nas escolhas dos Olheiros de Elite da AFA TV para a 19.ª jornada da Liga Virtual. Sérgio Oliveira e Vasco Coelho apresentam-te as sugestões para mais uma ronda que pode ser decisiva nas contas do Campeonato SABSEG.

Entre os seis jogadores escolhidos, o ponta de lança Everton é o único avançado sugerido pelos Olheiros de Elite, que se junta aos médios que Sérgio Oliveira e Vasco Coelho consideram ser fundamentais nas respetivas equipas.

Estuda as tuas opções e prepara-te para a reta final da 1.ª fase do Campeonato SABSEG. Boa sorte mister!

Se ainda não tens uma equipa inscrita na Liga Virtual do Campeonato SABSEG podes juntar-te à maior competição virtual do distrito, clicando aqui, e divertires-te connosco. Bons jogos a todos!



Everton (SC Paivense)
De entre os bons jogadores que dão forma a este surpreendente Paivense, há um nome que não deixa surpreender: Everton. Aos 38 anos, o avançado continua a ser um verdadeiro furacão no ataque, onde prossegue infatigável a fazer estremecer as redes. A sua capacidade de finalização e a notável regularidade com que o faz, fazem dele um dos líderes naturais da formação de Castelo de Paiva, que palmilha sabiamente os caminhos do terreno de jogo de tão familiarizado que está. Uma aposta certeira na Liga Virtual.

Bruno Silva (AD Ovarense)
Para um clube habituado a ganhar, como é o caso da Ovarense nesta nova conjuntura, Bruno Silva soube esperar e poderá emergir com assiduidade no onze de Bock, já que é daqueles jogadores que traz garra e chama à equipa, resgatando-a mesmo quando esta parece apagada nos jogos. Esclarecido, sólido, consistente e ainda acrescenta golo como foi o caso na última jornada. A espaços, poderá afirmar-se como o farol no miolo “alvinegro” e a menção assenta, fundamentalmente, por aquilo que ainda poderá acrescentar a este campeonato. A ter na retina.

Rodrigo (SC Vista Alegre)
O pequeno porte não pode fazer jus ao quanto joga. Joga e faz jogar. Dinâmico, intenso, fiável no passe e uma outra qualidade que fazem dele uns dos melhores médios do campeonato: a chegada à área e finalização. Na próxima jornada, num terreno sempre difícil como é o do Avanca, independentemente do desfecho do resultado, voltará a ser decisivo, aliás, como tem sido até aqui. Ao invés de prometer, Rodrigo cumpre e por vezes a dobrar. Também é a dobrar o que joga, dada a sensação de jogar por dois. Estou por isso a falar de uma das figuras do campeonato, que enche o campo e isso não deve ser ignorado. Nunca.



Tiago Jogo (Fiães SC)

É um atleta cuja área de ação é no centro do terreno onde gosta de comandar as operações. Privilegia e gere com eficácia o timing dos diferentes momentos do jogo, isto é, a operacionalização das ações de jogo ocorrem de forma espontânea e mecânica. E, acima de tudo, dá preferência ao jogo na vertente coletiva em detrimento da individual. É solidário e um bom elemento na dinâmica de grupo.

Ricardinho (CD Estarreja)
Jogador que, quer no corredor direito, quer no esquerdo, faz da velocidade e dos dribles as suas armas principais. Preponderante nas manobras ofensivas e, apesar de só ter marcado um golo, é sempre uma seta apontada à baliza adversária. Dentro da sua zona de intervenção é um atleta que interpreta os momentos defensivos/ofensivos com inteligência posicional e determinação. Relevo a sua capacidade exímia para o momento de ataque rápido.

Artur (SC Beira-Mar)
É impossível dissociar esta referência do futebol, neste caso, aveirense, de qualidade, capacidade e acima de tudo longevidade. Continua a dar que falar e o volume de tempo de jogo que apresenta leva-me a dizer "que é como o vinho do Porto"! Feliz o treinador que possui um atleta deste nível no seu plantel, pois tem experiência, profissionalismo e capacidade de desequilíbrio nas ações de jogo, mas, também, nas bolas paradas. Que o digam os adversários!

14 de Janeiro de 2022
Final Version
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas