O balanço do Campeonato SABSEG e as expetativas para o que falta jogar

Os comentadores da AFA TV, Sérgio Oliveira e Vasco Coelho, analisam a presente temporada do Campeonato SABSEG e fazem a antevisão ao que falta jogar. Com a primeira fase a caminhar para as derradeiras jornadas, os lugares de topo começam a ficar definidos. Haverá margem para surpresas?

Segundo Sérgio Oliveira, a surpresa do campeonato é, até ao momento, “o fosso pontual tão acentuado” do SC Beira-Mar em relação à concorrência. “Ao fim de 16 jornadas, 13 pontos de diferença para Águeda e Oliveira do Bairro colocam a equipa de Ricardo Maia num campeonato à margem, sobretudo quando se verifica que o 1.º classificado da Zona Norte tem ‘apenas’ mais dois pontos do que o 2.º da Zona Sul. É inevitável não destacar essa supremacia”, afirma.

O comentador da AFA TV considera ainda que, relativamente à Zona Sul, “Pampilhosa e LAAC estão aquém das expectativas que se criaram em torno de dois dos plantéis mais competitivos do campeonato”, sendo que “esta ausência de regularidade e consistência está diretamente relacionada com a posição confortável do Beira-Mar”.

Sérgio Oliveira salienta que “resta saber quem fará companhia a Águeda, Beira-Mar e Oliveira do Bairro” no apuramento para o playoff de campeão, realçando a campanha dos ‘Falcões do Cértima’, “pela ousadia e capacidade de interpretação de Cajó, que volta a fazer muito com pouco”.



Para Sérgio Oliveira, “a Norte, o caso muda de figura”, reconhecendo que CF União de Lamas, AD Ovarense e SC Paivense, “com maior ou menor dificuldade, terão lugar garantido no playoff de subida, mas nada está assegurado”.

“O Paços de Brandão intromete-se com surpresa, mas com muito mérito também, na luta pelo Top 4. A par de Canedo e Cesarense, é de salientar a forma como, jornada após jornada, o nível exibicional cresce e como estas equipas se vão afirmando como sérias candidatas a conseguirem um lugar na fase de apuramento de campeão. Muito mérito para os treinadores que, em contextos diferentes, estão a demonstrar qualidade”, refere.

Em sentido inverso, admite que “o Fiães talvez seja a equipa à qual se perspetivava maior regularidade, e que por esta altura estivesse a ombrear por um lugar de acesso ao playoff”, lembrando que o Florgrade FC, “que de facto tem um plantel de muita qualidade”, está a sofrer “da tradicional dor de crescimento num campeonato muito mais exigente do que os que disputou até ao momento”.

As contas do “futebol mágico e imprevisível” fazem-se no fim
Vasco Coelho coloca como ponto prévio à sua análise o facto de o futebol continuar a ser “mágico e imprevisível”, sendo que “tudo pode acontecer”… numa “máxima que serve para todos os intervenientes no jogo”.

O comentador da AFA TV lembra que “as contas se fazem no fim”, mas tem como garantia “a qualidade competitiva em ambas as séries, com as equipas a lutarem de forma desenfreada por um lugar que lhes permita atingir os objetivos iniciais”, sublinhando que “o Beira-Mar e o União de Lamas são os dois principais candidatos a vencerem as respetivas séries, o que até ao momento se confirma com a vantagem pontual confortável sob os perseguidores”.

No que diz respeito à Zona Norte, Vasco Coelho enaltece os desempenhos de Canedo e Cesarense, “que, paulatinamente, têm vindo a recuperar na tabela classificativa e espreitam um lugar ao sol”, considerando que Florgrade FC e Fiães SC “causaram alguma desilusão”. “Criaram-se grandes expetativas relativamente a ambas as equipas, sobretudo em função da qualidade dos plantéis, mas elas dissiparam-se devido à irregularidade dos resultados”, explica.



Quanto à Zona Sul, “ao líder incontestável que é o Beira-Mar, deverão fazer companhia no playoff de subida o Águeda e o Oliveira do Bairro, este último a passar por uma fase negativa de resultados”. “A luta pela vaga que sobra nos quatro primeiros lugares será titânica, e terá como protagonistas o Pampilhosa, o Estarreja, a LAAC e o Bustelo”, afirma.

O comentador destaca ainda “o projeto do Avanca, com uma equipa extremamente jovem e um treinador muito experiente”, que vai “somando pontos”. “Por último, não poderia deixar de referenciar que, com a mudança de treinador, o Fermentelos tem vindo a recuperar na tabela classificativa”, realça.

A luta pela manutenção
Sérgio Oliveira recorda que também a luta pela manutenção será “apertada”, e na qual podem surgir equipas que teriam outras ambições no início do campeonato. Na Zona Norte, “a surpresa maior reside em Esmoriz, onde os resultados desportivos são o reflexo da instabilidade que parece existir internamente”. “É pouco habitual, num curto espaço de tempo, existir uma flutuação tão grande de equipas técnicas”, analisa.

O comentador admite que “Cucujães e São Vicente Pereira são as equipas que estão dentro dos parâmetros que inicialmente se previa, embora se perceba que estão a crescer com o decorrer das jornadas”. “Atualmente não é surpresa que roubem pontos aos supostos candidatos”, considerando ainda que “o Carregosense não se precaveu para a competitividade do campeonato, o que surpreende face à presença assídua da turma de Oliveira de Azeméis na elite do futebol aveirense”.

Na Zona Sul, Sérgio Oliveira acredita que “o Válega não se preparou para o nível de exigência do campeonato, o que é compreensível face às circunstâncias em que subiu”. “No entanto, com o decurso das jornadas, a equipa começou a perceber que é uma experiência da qual deve desfrutar e uma soberana oportunidade para os jogadores se mostrarem e valorizarem”, salienta.

Por fim, o comentador considera que “as mudanças das equipas técnicas de Fermentelos e Vista Alegre foram benéficas para a competitividade do campeonato. A comprovar isso está a forma como Beira-Mar e Oliveira do Bairro esbarraram na ‘Pateira’”.

“Se, por um lado, é difícil que consigam um lugar no Top 4, há que salientar que este novo ímpeto faz com que possam ‘roubar’ pontos em qualquer campo, e que são fundamentais na luta pela manutenção. Do 4.º ao 11.º classificado, são oito os pontos que separam as oito equipas”, uma diferença a ter em conta para o comentador.

Fotografias
Oliveira do Bairro SC
Florgrade FC

1 de Janeiro de 2021
Final Version
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas