Miguel Almeida renasceu para o futebol na “família” do Valecambrense

Miguel Almeida ponderou, no início da época, desistir do futebol, mas acabou por recuperar a motivação e a alegria de jogar em Vale de Cambra. O avançado bisou no recente triunfo da sua equipa sobre a ACRD Mosteirô, na 11.ª jornada da 1.ª Divisão Distrital, ele que acredita que o Valecambrense é o clube certo para estar em família.

O jogador, formado na Oliveirense e que teve passagens por Carregosense, São Roque, Cesarense e Sanjoanense, esteve perto de desistir do futebol, depois de ter iniciado a época no Canedo. Uma lesão complicou as coisas, mas Miguel Almeida acabou por aceitar o convite do Valecambrense, relançando a carreira.

“Esta época, as coisas começaram mal. Entretanto, saí do Canedo e não pensava voltar ao futebol, mas apareceu a proposta do Valecambrense através de um colega que também tinha abandonado por uma lesão no joelho. Tendo em conta que, há um mês, não pensava em voltar a jogar futebol, marcar golos e ajudar o Valecambrense a ganhar é especial”, confessa.

O avançado, de 24 anos, considera que o Valecambrense “foi claramente superior” frente à ACRD Mosteirô e diz-se satisfeito por ter “encontrado um plantel trabalhador” quando chegou ao clube. “Os jogadores dedicam-se diariamente e temos treinos muito intensos. Isso tem sido importante para, ao fim de semana, estarmos em bom nível”, salienta, ele que recuperou a alegria de jogar.

“Cheguei a um ponto em que estou conformado em ficar num clube que é da minha zona. Gosto de estar aqui, juntar-me aos adeptos no final dos jogos e conviver com eles, como se fosse uma família. Acho que, neste momento, o futebol é um compromisso com os amigos e a família que vão ver os jogos”, explica.

Convicto de que está recuperado para o futebol, Miguel Almeida também acredita nas qualidades do plantel do Valecambrense para alcançar um lugar de destaque no campeonato. “Jogo a jogo, vamos procurar estar o mais próximo possível dos lugares cimeiros. Acredito que é possível andar perto dos quatro primeiros, porque os meus colegas também acreditam. Continuamos a trabalhar para isso”, conclui.

Fotografia
Direitos Reservados

5 de Dezembro de 2019
Vítor Hugo Carmo
[email protected]
Notícias Relacionadas
Jogadores
Equipas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas