Lugar Cativo: A fé nos “falcões do Cértima” e o sofrimento à distância de Fábio Rodrigues

Fábio Rodrigues começou bem cedo a admirar o Oliveira do Bairro SC. Desde os tempos em que fazia parte do futebol de formação do clube, construiu com ele uma ligação tão forte que o levou a manter-se sempre atento à equipa principal, que compete no Campeonato SABSEG. Daí até ajudar a criar uma claque foi um pequeno passo. Mais do que um elemento dos “Tiffosi Falconi”, Fábio é um adepto dedicado, que espera poder regressar aos estádios o quanto antes.

Foi aos seis anos que se iniciou no futebol do Oliveira do Bairro SC e, desde essa altura, assumiu-se como um “verdadeiro adepto” dos “falcões do Cértima”. “Comecei a ir ver alguns jogos com alguns vizinhos e colegas de equipa e nunca mais me desliguei do clube. Quando acabei a carreira, nos juniores, convidaram-me para ser treinador adjunto dos infantis”, conta, ele que, nos últimos tempos, tem “sofrido mais do que o normal” enquanto adepto. “Esta época, estava a sofrer um pouco mais porque conheço quase todos os jogadores desta equipa, já que são da minha geração. É diferente estar de fora, sofre-se muito mais”, sublinha.

Fábio Rodrigues admite que “as saudades dos jogos com adeptos são muitas”, ele que foi um dos fundadores da claque do clube, os “Tiffosi Falconi”. “Ela existe desde 2017 e foi sempre importante no apoio à equipa, mas também recordo os tempos em que a equipa disputava as provas nacionais e o povo de Oliveira do Bairro apoiava muito, mesmo sem grupos organizados”, afirma, lembrando “jogos como contra o Académico de Viseu, em que a equipa empatou e subiu à 2.ª Divisão Nacional”. “Chovia bastante, mas isso não impediu uma grande festa no final do jogo. Os adeptos entraram no campo e tiraram o equipamento aos jogadores para ficarem com uma recordação daquele feito”, refere.

O adepto do Oliveira do Bairro SC acredita que “o clube vai voltar aos seus tempos áureos”. “Esta época, há muita qualidade e existe uma estrutura muito forte. As pessoas percebem que a equipa técnica também tem muito valor e experiência no campeonato. Portanto, é possível sonhar com outros voos e espero que, em breve, os adeptos possam marcar presença no estádio para apoiarem a equipa”, conclui.

Fotografia
Direitos Reservados

6 de Março de 2021
Vítor Hugo Carmo
[email protected]
Notícias Relacionadas
Equipas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas