Linha Final: Florgrade FC quer manter as balizas adversárias em sobressalto na estreia na 1.ª Divisão

No ano de estreia nas competições da Associação de Futebol de Aveiro, a Florgrade FC trilhou um trajeto de sucesso, que a levou à subida à 1.ª Divisão Distrital. Insaciável na procura do golo, a equipa comandada por Bruno Batista abraçou uma proposta de jogo assente num futebol de tração à frente, ideia da qual o técnico não abre mão na próxima temporada, ainda que a exigência seja outra.

A época 2018/2019 foi de igual forma marcante para a Florgrade FC e para Bruno Batista, que se estreou no papel de treinador. “Foi uma experiência fantástica”, confessa, muito por culpa de “um grupo excelente de homens, que lutaram com muita determinação pelas ideias da equipa técnica”. Elas passavam, sobretudo, por chegar muitas vezes à baliza contrária, um plano que resultou num total de 84 golos marcados em apenas 22 jornadas da zona norte da 2.ª Divisão Distrital, o que dá uma média superior a três golos por jogo. “Muitas vezes, colocámos demasiada gente em zonas de finalização”, assume o treinador, com consequências no momento defensivo, algo que terá de ser melhor trabalhado na próxima época.

É que, com a promoção à 1.ª Divisão Distrital, o nível de dificuldade promete aumentar, nada que apoquente o técnico. “Queremos andar nos lugares cimeiros e lutar por uma nova subida. É esse o nosso objetivo”, diz, mantendo no programa “uma ideia de jogo ofensivo e à procura do golo”, que será colocada em prática por um grupo que será muito parecido ao da época passada, reforçado com “jogadores para acrescentar muita mais qualidade, não para serem mais um”.

Plantel da Florgrade FC:
Guarda-redes: Marco Sá (ex-SC Esmoriz) e Hélio (ex-CF União de Lamas);
Defesas: Marcelo, Rena, Zé Carlos, Joca, David e Quelvin;
Médios: Edu, Andrezinho, Nuno Fruta, André Mota, Viditos (ex-Fiães SC) e Ferro (ex-FC Cortegaça, juniores);
Avançados: Xavi, Gelson, Ricardo Gomes, Capela, Guerra, André Ribeiro, Koneh Isaiah, Lima (ex-FC Pampilhosa) e Roberto (ex-FC Avintes).

Plantéis vão ganhando forma
Ainda na 1.ª Divisão Distrital, prova que a Florgrade FC irá disputar na próxima temporada, o CCR Válega, também ele promovido do terceiro escalão, acertou a continuidade do técnico Paulo Gomes e dos atletas Leandro Mendes, Fábio Vendeira, Kikas e Pedro Santos. O médio Gonçalo Muge (ex-Canedo FC) é o primeiro reforço confirmado. O CD Arrifanense mantém Miguel Avelar no cargo de treinador, enquanto o FC Macieirense renovou com o Vasco Almeida e Moisés e contratou João ao Real Nogueirense.

No que toca ao Campeonato SABSEG, o Canedo FC prolongou os vínculos de Carlos Eduardo, Nino, Esneider e Yemi, medida que o CD Paços de Brandão adotou nos casos de João Brito, Miguel Gandra e Vieirinha. O CD Estarreja renovou com Fazenda e anunciou as chegadas de Rodrigo Fazzio e Danilo Andrade, ambos oriundos do SC Vista Alegre. Mais a norte, o Fiães SC mantém Hugo Silva no plantel, o qual foi reforçado com Bruno Costa e Gustavo Figueiredo, ambos ex-AA Avanca, e Paulo Campino, que foi promovido da equipa Sub-22. Já o Esmoriz SC renovou com Loureiro, promoveu o júnior Queiroz e contratou Rafa ao SC Arcozelo.

No futsal, o Beira-Ria, que compete no Campeonato Grande Hotel de Luso, renovou com os jogadores Dudu, Rafa, Hernâni, Rafael Morgado, Ricardinho, Pedro Medina, Filipe Andrade, Fera e Tiago Oliveira. Por seu turno, a AJ Fiães segurou Gabriel Oliveira e a ACR Vale de Cambra mantém Dany Nogueira no plantel. Já a ADF Fiães, da Liga Census, assegurou a continuidade de Rui Barbosa, Bruno Sousa, Ricardo Garcês, Daniel Sousa e Décio Cardoso.

Fotografia
Florgrade FC

18 de Maio de 2020
Rui Santos
[email protected]
Notícias Relacionadas
Equipas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas