Juniores do Beira-Mar regressam à 1.ª Divisão Nacional

A equipa de juniores do Beira-Mar assegurou, no passado fim de semana, o regresso ao principal escalão da categoria. Os aurinegros cederam na deslocação a Espinho (3-2), mas terminaram a 2.ª fase da competição no terceiro lugar, beneficiando de uma melhor diferença de golos em relação ao Merelinense.

“A promoção é uma vitória deste grupo, que acreditou num projeto que começou no ano passado”, sublinha o técnico, Rui Neves, entre elogios aos jovens atletas que orienta, que “mostraram a qualidade que têm”.

No jogo decisivo, tudo começou a correr de feição. João Ramos, no período inicial, e Gonçalo Silva, já na segunda parte, festejaram, e colocaram o Beira-Mar com pé e meio na elite de juniores. No entanto, aproveitando alguma ansiedade que se apoderou dos aurinegros na parte final, André Pinhas, Lucas Lima e Bernardo Pereira consumaram a reviravolta para os espinhenses, resultando que, ainda assim, serviu os interesses da formação de Aveiro, que festejou em pleno relvado.

“A subida de divisão foi um prémio pelo compromisso e pela dedicação que sempre demonstrámos”, exulta Rui Neves, que assume que o objetivo, à semelhança da temporada passada, passava pelo “acesso à 2.ª fase, onde se disputaria a promoção”, para que o grupo pudesse “defrontar equipas mais fortes, num contexto competitivo diferente”.

As dificuldades, essas, foram sentidas, principalmente “a jogar fora de casa”. “As equipas são boas, têm jogadores com qualidade e são organizadas, e o fator casa foi decisivo. Tanto que 11 dos 14 pontos que conquistámos foram conseguidos nos jogos em casa”, acrescenta o técnico, que prefere não perspetivar, para já, a próxima época, que, garante, “só agora começa a ser preparada”.

Fotografias
SC Beira-Mar

17 de Maio de 2018
Pedro Fernandes
[email protected]
Notícias Relacionadas
Equipas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas