Huguito iguala marca da época passada com “bis” pelo Oiã

O Oiã empatou no reduto do Arrifanense a três golos, em jogo da 1.ª Divisão Distrital, beneficiando da inspiração de Hugo Sousa, avançado que bisou e que chegou a colocar a sua equipa na frente do marcador. Aos 26 anos, e depois de uma experiência no Sporting que acabou por ser breve, Huguito, como é conhecido nos relvados, já igualou a marca dos 12 golos da época passada e diz que sua equipa tem de continuar a dar tudo em campo.

O avançado do Oiã, que fez a sua formação no Mourisquense, alinhando depois pelo Valonguense, assume que sentiu alguma frustração pela vitória ter fugido no confronto com o Arrifanense. Ele foi autor do primeiro golo, de cabeça, e completou o “bis” com uma resposta eficaz a um cruzamento de um colega de equipa. “Depois de marcarmos o terceiro o golo nunca pensei sair de Arrifana sem a vitória. A equipa trabalhou bem e acabei por marcar dois golos, mas eles foram insuficientes para o resultado que pretendíamos”, revela.

Hugo considera que, apesar de a subida de divisão ser já uma miragem, o Oiã tem a responsabilidade de lutar por um lugar cimeiro na tabela classificativa. “Já não descemos, mas também já não dá para subir. O que temos a fazer é dar o nosso melhor até ao final da época para subirmos um pouco mais na tabela. Julgo que temos capacidade para fazermos mais do que aquilo que fizemos até agora. Faltou um pouco de rigor em alguns jogos e a equipa pagou por isso”, admite, acrescentando que quer melhorar a sua prestação no aspeto da eficácia. “Já cheguei aos 12 golos, o total que marquei na época passada. Portanto, não posso considerar que a minha prestação tenha sido má, mas quero ultrapassar essa marca”, sublinha.

O avançado revela ainda que chegou a sonhar com patamares mais elevados no futebol, quando teve uma oportunidade para vingar no Sporting, mas assume que se adaptou à realidade que ainda hoje vive. “Quando tinha 11 anos, tive uma oportunidade no Sporting quando fui a uma sessão de captação. Fui passando cada patamar até à última fase e participei num torneio na equipa principal dos infantis. Acabei por não ficar. Hoje, já não tenho ilusões. Vou ficar pelos campeonatos distritais”, conclui.

5 de Abril de 2019
Vítor Hugo Carmo
[email protected]
Notícias Relacionadas
Jogadores
Equipas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas