GD Mealhada quer consolidar-se promovendo jovens atletas

No GD Mealhada a palavra de ordem é consolidar. O clube quer firmar o seu lugar na 1.ª Divisão Distrital e, em simultâneo, abrir a equipa principal a jovens dos Sub-22. É a lógica do “crescer, jogando”, explica o técnico, Marco Breda, que encara os trabalhos de pré-temporada com grande critério.

O técnico, que parte para a terceira temporada consecutiva ao leme dos bairradinos, lembra que “esta equipa está parada há praticamente um ano e meio”, devido à pandemia, o que torna “difícil a gestão do treino, depois de uma paragem tão longa”. “Nota-se nos atletas alguma falta de ritmo. Esta parte inicial vai ser complicada, mas vamos tentar passá-la sem grandes lesões, para não perdermos jogadores”, explica.

Antevendo a próxima edição da 1.ª Divisão Distrital, Marco Breda defende que “é importante, na primeira fase, começar a pontuar para dar estabilidade à equipa”. Se possível, o técnico pretende fazê-lo jogando um futebol atrativo, contando para isso com “um plantel com valor”.

O plano passa por conciliar uma “mescla de experiência e juventude”, com o desejo de, ao longo da época, poder “incorporar miúdos dos Sub-22 na equipa principal” de uma forma “sustentada e segura”. “Esse é o projeto para os próximos anos”, revela o treinador, que promete “lutar de igual para igual” para “cimentar o lugar do clube nesta divisão”.

Plantel do GD Mealhada
Guarda-redes: Leo Lopes, Maloio e Rafael Simões;
Defesas: Mauro Pereira (ex-União de Coimbra), Guilherme Rosa, João Freitas, Quintas, Tomás Costa e Diogo Marques;
Médios: Chico, David Nuno, Mário Lopes, Pedro Souza, Tiago, Pedro Gabriel e Moura;
Avançados: Renato Pinto (ex-CR Antes), Cristiano Pires, José Silva, Marcos Castanheira e Vicente.

Fotografia
Grupo Desportivo da Mealhada

15 de Setembro de 2021
Notícias Relacionadas
Equipas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas