FC Mozelos chega dos nacionais com os pés na terra

Com uma clara noção da realidade. É assim que o FC Mozelos olha para a sua participação na edição 2022/23 do Campeonato Grande Hotel de Luso. O objetivo da equipa que desceu da 3ª Divisão Nacional é a permanência.

“A meta é a manutenção. Podia dizer-se que uma equipa que desceu da 3ª Divisão Nacional ia lutar para subir, mas não. Não temos orçamento como outras equipas, reestruturamos o plantel todo. Ficaram apenas dois jogadores da época passada. O clube está a começar por baixo, a apostar na formação. Queremos, degrau a degrau, ser sustentáveis”, garante Tiago Relvas, homem da terra que acumula a presidência do clube com o comando técnico da equipa sénior.

E não só. Ou não fosse Tiago Relvas também treinador na formação do clube, nomeadamente no escalão de traquinas, ele que tomou uma decisão de tudo ou nada para salvar o seu FC Mozelos na época transata.

“A presidência aconteceu por o clube estar à deriva. Estava a afundar-se num vazio diretivo, tinha apenas três pessoas, não havia condições financeiras de outros tempos. Eu só tinha uma escolha, ou assumia ou o clube fechava. E está a correr melhor do que eu pensava, mas eu não quero mais do que este mandato. A ideia é entregar a presidência para eu me dedicar à parte técnica”, esclarece o dirigente, cujo mandato se prolonga até ao próximo ano.

O emblema do concelho de Santa Maria da Feira parte para a nova campanha com consciência de que estará inserido num Campeonato Grande Hotel de Luso “extremamente forte”.

“Há equipas, principalmente na zona Norte, que investem bem. Vão buscar jogadores a Gaia e ao Porto. Principalmente o Lusitânia FC Lourosa, ou a PARC, pelos anos de sustentabilidade que têm. Vão ter vantagem em relação a nós. Somos uma equipa completamente nova. Não é fácil, não somos profissionais, não treinamos todos os dias. Vai ser um campeonato competitivo. Quatro, cinco equipas vão andar lá em cima a lutar”, avalia Tiago Relvas, que em 2021/22 pendurou as luvas de guarda-redes ao serviço da equipa que hoje orienta.

Por outro lado, o dossiê construção do plantel é um assunto bem resolvido. “A não ser que surja uma oportunidade muito boa, o plantel está fechado. É curto, mas é curto por opção. O objetivo é criar um bom grupo, um grupo unido”, explica ainda o técnico principal mozelense.

O plantel do FC Mozelos conta com 14 jogadores, 12 deles caras novas. João Barros, Mário Gomes, Filipe Vieira e Rui Sá colaboram com Tiago Relvas na equipa técnica.

Plantel do FC Mozelos
Guarda-Redes: Leonel, Artur e David;
Fixos: Carlos Filipe, Kikas e Bruno;
Alas: Reinaldo, Vasco, Luís Carvalho, Samuel e Pires;
Pivôs: Luís Cruz, Júnior e Rosas.

Fotografia: FC Mozelos

29 de Setembro de 2022
Grande Hotel Luso Natal
Instagram AFA
Notícias Relacionadas
Equipas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas