Fair-play e títulos distritais marcaram o mês de fevereiro

Em fevereiro, Eduardo Coelho esteve presente no primeiro jogo de futsal entre seleções que contou com o apoio de um videoárbitro. “Foi uma experiência única e incrível”, escreveu o árbitro natural de Oliveira de Azeméis, nas redes sociais, sobre o momento.

Em Telhadela, o treinador da equipa de iniciados do concelho de Albergaria-a-Velha decidiu colocar apenas quatro jogadores em campo, visto que o adversário, o Lusitânia de Lourosa, apenas tinha esse número de atletas disponíveis para ir a jogo. “Nestes escalões, é importante promover o desportivismo e a igualdade”, comentou Diogo Silva, o técnico do Telhadela. No futebol, o Alvarenga recebeu um cartão branco por ter dado boleia ao adversário, Bustelo, que viu o autocarro avariar na viagem até ao concelho de Arouca.

Os Sub-20 do Ossela asseguraram a manutenção no Campeonato Nacional de futsal, enquanto o Lusitânia de Lourosa conquistou a Taça de Aveiro em futsal feminino. Por fim, o Futsal Azeméis sagrou-se campeão distrital de juniores.

A notícia mais lida do mês foi referente à liga do futebol popular de Ovar, na qual Sandro falou sobre a sua estreia a marcar pelo São Jacinto, “a camisola que sempre quis vestir”.

Fotografia
Direitos Reservados

21 de Dezembro de 2019
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas