Branca Activa SC vai dar tudo para fugir aos lugares de descida no Campeonato Grande Hotel de Luso

José Resende vai assumir o comando técnico do Branca Activa SC e está convicto de que a sua equipa vai ter um futsal trabalhado para ser mais competitiva e, desse modo, conseguir fugir aos lugares de descida do Campeonato Grande Hotel de Luso.

O treinador considera “fundamental que os jogadores do Branca Activa SC amadureçam e ganhem experiência na competição” para poderem estar à alturas das exigências. 

“Trata-se de um campeonato tradicionalmente difícil, mas a coesão da nossa equipa pode ser determinante para alcançarmos resultados positivos, porque vamos enfrentar equipas com muita ambição e qualidade. Acredito que a manutenção de quase 90% do nosso plantel possa ser uma mais-valia perante as adversidades”, refere.

José Resende lembra que, na época passada, a sua equipa “jogava quase sempre em ataque continuado, mas não provocava muitos desequilíbrios”, pelo que vai “tentar fazer com que os tempos de jogo da equipa sejam adequadas, com uma organização equilibrada e raros desposicionamentos”.

O técnico revela ainda que as suas equipas “têm sempre como objetivo uma forma de saber estar positiva no desporto.” “Tem de ser uma equipa ambientada a esse meio e, dentro da quadra, os jogadores têm de dar tudo para contrariar o adversário, com a premissa que que não são os nomes que jogam, mas sim quem treina e está motivado para isso”, conclui.

Plantel do Branca Activa SC
Guarda-redes: Diogo Santiago (ex-Clube de Albergaria), Fábio Santiago, Ricardo Nunes;
Fixo: Luís Miguel, João Santos, José Serra;
Universal: Marco Leandro;
Ala: André, Décio, Tiago, Pinho, Hugo Santos, Peralta (ex-FC Azeméis), Fernando (ex-GCR Ossela), Rui Ferreira (ex-CC Barrô);
Pivot: Raúl, Hélio e Francisco (ex-AA Avanca).

Fotografia
Direitos Reservados

6 de Outubro de 2021
Notícias Relacionadas
Equipas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas