“Bis” de Tiago Rodrigues anima um plantel do Gafanha “mais intenso”

O Gafanha conquistou a segunda vitória no Campeonato Grande Hotel de Luso, ao bater o Telhadela por 7-1, num jogo em que Tiago Rodrigues bisou. O ala/pivot, que só pode jogar à sexta-feira, tem sido fundamental nos jogos em casa e assegura que a equipa está mais animada e com mais intensidade nos treinos.

Tiago Rodrigues recorda que se tratou de um duelo “entre aflitos” e que a vitória foi “uma injeção de ânimo no Gafanha”. “Sabíamos que o Telhadela estava em situação idêntica à nossa, no fundo da tabela, e que o jogo seria difícil. Tínhamos de ganhar, porque, se não o conseguíssemos, ficaria tudo mais complicado. A vitória dá-nos motivação. Até no primeiro treino depois do jogo se notou mais intensidade”, explica.

O jogador, de 29 anos, realça que a equipa “tem tido atitude” e que “faltam as vitórias” a um plantel em que não é fácil promover a assiduidade nos jogos. “Faltam sempre muitos jogadores. No meu caso, só tenho feito os jogos em casa, que são à sexta-feira. O trabalho não me permite jogar ao fim de semana”, revela, ele que passou da equipa de futebol do clube para o futsal. “Fui convencido pelos amigos. A adaptação até foi fácil, mas no início ainda tinha muitos vícios do futebol, porque era tudo diferente a nível tático”, explica.

Tiago Rodrigues diz que continua a jogar no clube da terra por amor à camisola” e acredita que a equipa pode alcançar os objetivos delineados. “Esperamos manter o espírito demonstrado, mas vencendo mais vezes, para conseguirmos a manutenção. Jogo por amor à camisola, no clube da minha terra, e é importante que ela se mantenha na divisão em que está”, conclui.

13 de Dezembro de 2019
Vítor Hugo Carmo
[email protected]
Notícias Relacionadas
Jogadores
Equipas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas