Betinha promete AD Ovarense "na máxima força" para se manter na Liga BPI

Ainda não foi desta que a AD Ovarense carimbou a permanência na Liga BPI. Depois de ter ficado às portas da fase de apuramento de campeão, a equipa de Ovar não conseguiu terminar a zona norte da fase de manutenção num dos dois primeiros lugares, o que a obriga a discutir a continuidade no principal escalão do futebol feminino nacional num playoff, a duas mãos, com o Estoril. O primeiro jogo é já no domingo e Betinha, a capitã das “vareiras”, promete uma equipa focada em sair vencedora da eliminatória.

Na última ronda da fase de manutenção, a AD Ovarense não conseguiu bater o vencedor da zona norte, o Valadares, jogo que terminou empatado a um golo. No entanto, mesmo que tivesse somado os três pontos, não conseguiria evitar o playoff, uma vez que Boavista, que segurou o segundo lugar, e Gil Vicente, que também estava à frente das alvinegras à entrada para a 10.ª jornada, venceram os respetivos encontros.

Betinha, autora do golo “alvinegro” em Vila Nova de Gaia, não consegue reprimir uma certa tristeza pela forma como a época se vem desenrolando. “Na primeira fase, podíamos ter ficado nos quatro primeiros lugares, mas o último jogo correu um bocado mal, até a mim”, desabafa, recordando o penálti falhado diante do Condeixa (1-1), que podia ter valido o triunfo das “vareiras” e, por conseguinte, uma vaga na fase de apuramento do campeão nacional.

“A partir daí foi uma espécie de subida e descida na equipa, que é difícil de controlar. Houve muita turbulência, pelo covid e pelas trocas de treinadores, e com maus resultados todas as equipas vão um bocado abaixo psicologicamente”, completa.

Contudo, para a goleadora não há mal que sempre dure. Nos últimos dois jogos, diante de Fiães SC (6-0) e Valadares (1-1), “a equipa esteve bem e deu uma boa resposta”, o que faz aumentar a confiança das “vareiras” para fase decisiva da época. O playoff de manutenção da Liga BPI terá o Estoril como adversário, “uma equipa bastante difícil, que está há muitos anos neste campeonato”, mas Betinha promete uma AD Ovarense na “máxima força para ganhar os dois jogos e poder ficar na Liga BPI”.

A atacante sente que a competição tem evoluído nos últimos anos, apesar das diferenças entre “as equipas profissionais e as restantes” ainda persistirem. Ainda assim, o fosso vem-se esbatendo, aos poucos. “Sinto que tem havido mais competitividade entre as equipas”, acredita Betinha, que não tem dúvidas de que “a Ovarense é uma equipa de Liga BPI e quer continuar a sê-lo”.

A primeira mão do playoff de manutenção entre AD Ovarense e Estoril joga-se no próximo domingo, no Estádio Marques da Silva, em Ovar. Duas semanas depois, no dia 16 de maio, disputa-se a segunda mão, no Estoril.

Fotografia
Sports and girls

29 de Abril de 2021
Rui Santos
ruisantos@afatv.pt
Instagram AFA
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Facebook
Notícias Mais Lidas