Antevisão e análise ao Campeonato SABSEG por José Alexandre Silva

As vitórias de Bustelo e São João de Ver, aliadas à derrota do Pampilhosa, deixam a luta pelo segundo lugar praticamente confinada às duas formações a Norte do distrito, quando faltam duas jornadas para terminar o Campeonato SABSEG.

Por outro lado, numa altura em que se confirmou a descida do Gafanha do Campeonato de Portugal e que, por isso, vão descer cinco formações do Campeonato SABSEG, a derrota de Mansores e as vitórias de Fiães e Estarreja deixam tudo quase resolvido no que toca à luta pela manutenção, mas aqui pode haver ainda espaço para uma pequena surpresa.

O destaque
Num jogo, dois destaques. O Mansores perdeu em casa com o Bustelo, sendo que o destaque negativo vai para a formação de André Teixeira, e o positivo para a de Miguel Oliveira. Isto porque, ao intervalo, o Mansores vencia por 2-0 e tinha três pontos fundamentais na mão, que manteriam a equipa na luta pela manutenção e deixavam o Bustelo sem margem no segundo lugar. Só que uma segunda parte de sonho dos visitantes, culminada com um golo aos 90+4, deram a vitória ao Bustelo, que lhe dá uma vantagem importante na vice-liderança e quase que arruma com as hipóteses de manutenção da equipa da casa.

O segundo destaque vai para a vitória “gorda” do Estarreja em casa do Carregosense, que dá ares de já estar tranquilo na prova, mas que ainda nada tem assegurado. Nesta ponta final, a equipa orientada por Bruno Magno Grave encheu-se de brios na luta pela salvação e tem feito aquilo que, possivelmente, era expectável no início da época, vitórias e pontos.

A jornada
Se há alguma altura em que um confronto entre Bustelo e São João de Ver pode ter algum impacto, é nesta jornada. Com 66 pontos, a formação da casa parte em vantagem sobre os 63 dos 'malapeiros', podendo já carimbar e resolver a questão pela vice-liderança. Para a equipa de Ricardo Maia, tudo se joga pela vice-liderança. Vão ser, no dealbar da prova, 90 minutos com uma intensidade diferente.

Depois, na luta pela manutenção, Fiães e Carregosense, com 37 pontos, têm deslocações com algum grau de dificuldade, à Vista Alegre e a Avanca, respetivamente. No entanto, podem ter hipótese de resolver a questão da permanência, uma vez que, para o bem e para o mal, jogam contra equipas que já têm a sua situação classificativa resolvida e podem rodar o plantel ou jogar de forma despreocupada.

Uma última palavra para a receção do União de Lamas ao Beira-Mar. No final da primeira volta podia pensar-se que, nesta altura, este jogo poderia ser importante na decisão da subida. Porém, não o vai ser, por culpa da qualidade dos aveirenses e de uma segunda volta aquém dos lamacenses.

17 de Maio de 2019
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas