Antevisão e análise ao Campeonato SABSEG por José Alexandre Silva

A jornada
Uma vitória arrancada a ferros, aos 90 minutos, permitiu ao União de Lamas vencer em Mansores e manter os três pontos de distância para o Beira-Mar que, mesmo apanhando um susto no início da partida, passou incólume na Mourisca do Vouga. Também em segundo lugar está o sempre fiável Bustelo que - com Mário a marcar de novo - venceu o Esmoriz por dois golos sem resposta. Na luta pela manutenção, o Alvarenga venceu na Vista Alegre e o Paivense não teve contemplações em casa frente ao Carregosense, que, com este resultado, decidiu dispensar Miguel Rapinha. É a sina de ser treinador. Para o seu lugar saúda-se o regresso (neste caso duplo) aos bancos do mister Carlos Manuel. Tem sido, quase sempre, sinónimo de sucesso e é uma das referências da competição.

O destaque
Em termos individuais, o destaque vai para Matheus Silva do Alvarenga. A necessitar de ganhar ou, pelo menos, não perder, na deslocação à Vista Alegre, a formação orientada por Pedro Costa conseguiu os três pontos, muito por causa do jovem avançado brasileiro, de apenas 18 anos, que marcou os dois golos da vitória.

Em termos coletivos, gostaria de realçar a subida de forma do Avanca, de Pedro Alves. Naquela que foi uma das “jogadas” mais arriscadas da Direção do clube nos últimos anos, a aposta recaiu num treinador novo que trouxe uma equipa recheada de jovens atletas, grande parte deles a “subir” a sénior. Alicerçada numa pequena base de jogadores da casa, como o Márcio, o Tiago Amaral, o Castro e o Carlitos, o campeonato começou mal e tudo foi colocado em causa. Nas últimas cinco jornadas o Avanca conseguiu oito pontos, ganhando em casa e empatando na Pampilhosa e em São João de Ver, tendo apenas perdido, pela margem mínima, no campo do Bustelo. Só o futuro dirá se tudo vai dar certo, mas as coisas encarreiraram.

A antevisão
Numa jornada em que o Beira-Mar vai ter um osso duro de roer em Albergaria, contra um Alba que se sente confortável a jogar contra equipas “grandes”, o jogo da ronda é, claramente, a receção do União de Lamas ao São João de Ver. Tendo em conta que o Beira-Mar joga sábado, assim como a deslocação do Fiães a Avanca, tanto os lamacenses como os malapeiros já saberão o resultado do principal adversário à subida de divisão, e não quererão ou deixar fugir ainda mais os aurinegros ou deixar de aproveitar a oportunidade de ganhar terreno.

No fundo da tabela, a luta pela manutenção também promete com os confrontos entre Carregosense e Mourisquense (ambos com treinadores novos), Macieirense e Paivense e, finalmente, Avanca e Fiães. Esperam-se confrontos táticos e de muito nervo.

23 de Novembro de 2018
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas