Antevisão e análise ao Campeonato Grande Hotel de Luso por João Tiago Araújo

A jornada
Nova troca de líder no Campeonato Grande Hotel de Luso. O Beira-Ria – que liderou a prova durante as primeiras quarto jornadas – bateu em casa o Travassô – que ocupava a liderança desde meados de novembro –, e isolou-se no comando da tabela classificativa. Os comandados de Fernando Rocha dão mostras de estarem recompostos dos dois desaires consecutivos que tiveram recentemente e impuseram-se ao anterior primeiro classificado, muito graças aos bons desempenhos de Hernâni, Teófilo e Dudu.

O Mozelos, a par da PARC, era uma das equipas que, face ao desaire do líder, podia também chegar ao comando do campeonato, mas o duelo com a Juventude de Fiães, que era o mais aguardado da semana, terminou empatado a um golo. Desengane-se quem olha para o resultado e pensa que não foi um bom espetáculo, porque assistiu-se a um jogo interessante, com muita qualidade individual de parte a parte e bons princípios coletivos. A divisão de pontos ajusta-se e ambas as equipas justificaram o bom momento que atravessam.

Nos outros campos, referência para o empate a quatro golos entre ADREP e CD Cucujães, num jogo marcado pela recuperação dos forasteiros na parte final, com três golos em lances muito idênticos de André Castro, trabalhados em situação de ataque de 5 contra 4. A CP Esgueira foi ganhar a Barcouço, numa partida só desbloqueada nos minutos finais, ao passo que a ARCA regressou às vitórias, diante do FC Arouca, no jogo com mais voltas e reviravoltas do fim de semana.

Na cauda da tabela, o Gafanha venceu o duelo de aflitos contra o Telhadela, goleando por 7-1 e realizando, talvez, a sua exibição mais consistente destes dois meses, com Dani Lucas em plano de evidência.

O destaque
Nesta jornada 8, o destaque da semana é individual e tem que ser entregue a Luís Miguel Matos, que teve participação direta em 5 dos 6 golos na vitória da ARCA – um golo e quatro assistências. O filho da terra, criado no futsal em Aguada de Baixo e que se notabilizou no futsal nacional ao serviço do Modicus, tem sido a grande figura de uma equipa que, caso consiga aliar a boa produção ofensiva a uma maior estabilidade na organização defensiva, pode muito bem intrometer-se na luta pelos 5 primeiros lugares do campeonato.

A antevisão
A próxima jornada, a última antes da paragem para a quadra festiva, marca o fim definitivo do primeiro terço do campeonato e reserva-nos poucos jogos entre equipas da primeira metade da classificação.

O jogo entre a Juventude de Fiães e a ARCA é, talvez, o que reúne maior destaque da ronda, mas as atenções também se centram na resposta que o Travassô terá que dar na recepção à ADREP.

De resto, o líder Beira-Ria tem uma deslocação complicada a Arouca, enquanto o segundo classificado CP Esgueira vai à Arrifana à procura de consolidar o lugar de destaque que ocupa neste início do campeonato.

13 de Dezembro de 2019
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas