Antevisão e análise ao Campeonato Grande Hotel de Luso por João Tiago Araújo

A jornada
O Travassô é a única equipa que permanece invicta no Campeonato Grande Hotel de Luso, após uma jornada que teve praticamente de tudo: goleadas expressivas, resultados surpreendentes e alguns jogos com incerteza quanto ao vencedor até aos últimos momentos.

Na frente, a mudança de líder ficou a dever-se à derrota do Beira-Ria na visita a Barcouço. Os bairradinos ainda não tinham pontuado, mas surpreenderam o comandante da prova com uma prestação personalizada, alicerçada na muita entreajuda defensiva e no mérito do seu guarda-redes, Emanuel Trancho, demonstrando que querem dar a volta à atual situação classificativa.

Quem beneficiou do resultado do Beira-Ria foi o Travassô, que assumiu a liderança isolada após aplicar ao Gafanha uma goleada por números que já não se usam nesta divisão. A turma de Jorge Marques deu continuidade ao seu bom arranque de temporada e, desta vez, não teve praticamente oposição, numa tarde inspirada de Jota, David Mota, Iuri e Magaitas. O conjunto da Gafanha da Nazaré partiu para o jogo com algumas baixas importantes e teve que recorrer a alguns jovens jogadores, mas esteve irreconhecível do início ao fim, acabando vergado a uma derrota muito pesada.

Nos outros campos, o Mozelos derrotou o Cucujães (2-1) no jogo de maior cartaz da jornada, mas o destaque vai para a excelente vitória alcançada pela ARCA no reduto da CP Esgueira. Sob a batuta do consagrado Luís Miguel Matos, a formação aguadense é uma das que atravessam melhor momento de forma e conta já com três triunfos consecutivos, estando na quarta posição.

De resto, a ADREP agravou a crise de resultados do Arrifanense, a PARC consolidou o terceiro lugar da tabela ao vencer em Arouca e a Juventude de Fiães, muito forte no aproveitamento dos esquemas táticos, goleou a única equipa que ainda não tem qualquer ponto, o Telhadela.

O destaque
O líder Travassô, a única equipa sem derrotas até este momento no Campeonato Grande Hotel do Luso e que fora de portas já empatou em Fiães e ganhou em Pindelo, terá um teste à altura da posição que ocupa, na visita a Mozelos.

A nível individual, é impossível dissociar o desempenho de João Reis do rendimento da equipa. Jota, para além de ser o melhor marcador da prova (12 golos), tem participação direta em cerca de dois terços dos golos da sua equipa (16 de 25) e assume-se, talvez, como o elemento mais decisivo e mais incisivo de todo o campeonato, porque pode-se dizer que quase a totalidade das suas ações, nos últimos 15 metros do campo, resultam em situações claras de finalização.

A antevisão
Olhando para este fim de semana, a jornada tem a particularidade de trazer jogos entre as oito primeiras classificadas e, consequentemente, vir a estabelecer novas diferenças ou aproximações entre as equipas que integram o pelotão da frente do campeonato.

Destaque maior para o jogo de Mozelos, que será um duro teste à condição de líder do Travassô, mas também para a deslocação da AJ Fiães a Pindelo e para o dérbi entre os vizinhos Beira-Ria e CP Esgueira, equipas vindas de desaires.

22 de Novembro de 2019
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas