Antevisão e análise à 1.ª Divisão Distrital por José Alexandre Silva

A jornada
O deslize, quase incompreensível, do Mealhada no terreno do Famalicão voltou a dar tranquilidade ao Canedo, que, no quarto lugar da 1.ª Divisão Distrital, aumentou de novo a vantagem, estando agora com seis pontos de avanço sobre os bairradinos e a ACRD Mosteirô, que neste final de prova voltaram a surgir em força.

A luta pela sobrevivência conheceu mais um capítulo, do qual o vencedor assumido foi o Paços de Brandão, que praticamente fechou as contas do Beira-Vouga na competição e aumentou para quatro pontos o fosso para a última equipa em apuros, o JuveForce, que foi derrotado em Cucujães.

O destaque
Num campeonato em que as equipas favoritas têm sido avassaladoras em grande parte das vitórias, é natural que numa jornada composta por nove jogos surja, aqui e ali, um domingo mais concretizador que outro. Neste domingo que passou, foram marcados 35 golos, o que dá uma média de, sensivelmente, quatro golos por jogo.

O golo é sempre um fator decisivo e motivacional, principalmente para quem paga o bilhete e quer ver espetáculo. Mas é importante refletir, para o bem da prova, nos motivos pelos quais há tantas goleadas e tanta disparidade. Sou, claramente, a favor deste modelo, porque traz competitividade e qualidade, mas é importante que quem está nesta competição perceba que tem de ser mais forte, porque ainda faltam oito jornadas e a subida está quase entregue e a descida também.

A antevisão
Nos polos opostos da tabela, destaco dois jogos nesta antevisão. Primeiro, o "mata-mata" para o Mealhada na receção ao Cucujães. Para a equipa da casa qualquer outro resultado que não a vitória significa dizer adeus, por este ano, à subida. Para os visitantes, há margem para o erro, mas ganhando tudo fica mais fácil.

Depois, a deslocação do Paços de Brandão ao terreno do Gafanha B. A jogar praticamente com juniores, que jogam ao sábado no nacional da 2.ª Divisão, os gafanhões têm aqui a oportunidade derradeira de se manterem na luta, enquanto que para os brandoenses a situação fica aliviada, ou até mesmo resolvida, em caso de vitória.

5 de Abril de 2019
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas