Antevisão e análise à 1.ª Divisão Distrital por José Alexandre Silva

A jornada
Um empate sem golos entre São Vicente Pereira e Cucujães, naquele que era o jogo mais importante da jornada, deu azo à aproximação da Ovarense do topo da tabela e do Canedo do pódio, com as duas formações a saírem vencedoras dos confrontos com Famalicão e JuveForce, respetivamente.

Na luta pela manutenção, as atenções caíram na vitória caseira do Paços de Brandão frente ao Antes. Com os três pontos, equipa liderada por Kaká aumentou a diferença para as equipas que vão tentar sobreviver nas últimas jornadas.

A figura
Dois golos marcados por Bruno Silva deram mais uma vitória ao Canedo, naquele que foi o sexto triunfo consecutivo dos comandados de José Neves, que antes dessa série vitoriosa tinham empatado com São Vicente Pereira e Ovarense. É a confirmação de que vamos ter luta pela subida até ao final da competição.

Um golo de António, o primeiro da prova, foi o suficiente para o Oiã arrancar uma vitória muito importante no terreno do Beira-Vouga, chegando aos 31 pontos. Com este resultado, a formação bairradina alcançou o almejado top10 da competição e encerrou, praticamente, as contas da manutenção.

A antevisão
Olhando para a 22.ª jornada percebe-se, sem margem para dúvida, que as atenções estarão viradas para a receção do Cucujães à Ovarense. A jogar em casa, a formação de Hugo Gonçalves vai defender o terceiro posto da classificação e tentar, ao mesmo tempo, encurtar a distância para os "vareiros", que vive, atualmente, o melhor momento na prova. Na mesma luta, e com a mesma importância, o destaque vai também para o embate do Canedo frente ao Mealhada.

22 de Fevereiro de 2019
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas