Antevisão e análise à 1.ª Divisão Distrital por José Alexandre Silva

A jornada
Numa jornada em que o São Vicente Pereira não conseguiu ganhar em casa, frente ao Canedo, quem saiu beneficiado foram o Mealhada e a Ovarense que, ao ganharem os seus confrontos, os dois pela margem mínima, conseguiram diminuir a desvantagem para o líder, que se cifra, agora, nos cinco pontos de diferença.

Na luta pela manutenção, o Beira-Vouga levou de vencida o Antes, por 2-1, assim como o Fermentelos foi vencer o Mosteirô FC e deu a sapatada que precisava para sair da zona de desconforto e entrar no top 10, ultrapassando Valecambrense e descolando dos vizinhos e rivais do Oiã, que empatou no terreno do Gafanha B.

O destaque
A vitória do Argoncilhe em Cucujães é o destaque desta jornada. Por vários motivos. Primeiro porque são duas equipas que lutam por um mesmo objetivo, ainda que não assumido, e que passa pela subida de divisão. Segundo porque no início da época ninguém esperava que os recém-promovidos do Argoncilhe estivessem nestas condições e, por último, porque vencer no terreno do Cucujães, em qualquer divisão e em qualquer altura, só é possível com qualidade e, acima de tudo, capacidade. Com este resultado, a equipa de Mickael Amaral ultrapassou na tabela classificativa a formação do Couto, e chegou ao quarto lugar, mas a apenas dois pontos de Ovarense e Mealhada. Uma prova sensacional da equipa de Argoncilhe.

Em termos individuais queria destacar os dois golos de Mendonça na vitória do Fermentelos em Mosteirô FC. Quem conhece a história do avançado sabe que tem tido muito mais contrariedades na carreira, com lesões complicadas, do que qualquer ser humano normal conseguiria aguentar. Mas o Mendonça, para além de um extraordinário avançado, é um verdadeiro “leão” e recupera sempre mais forte após cada queda. Um exemplo de perseverança!

A antevisão
Na sequência dos parágrafos anteriores é fácil de perceber qual o principal destaque da jornada, ou seja, a receção do Argoncilhe ao líder São Vicente Pereira. Será um confronto, estou certo, digno de ser visto, pela qualidade das equipas e, sobretudo, pela competência tática dos seus treinadores. A espreitar um eventual deslize do líder estará a Ovarense, que ainda assim tem um desafio complicado em Canedo, e o Mealhada, que teoricamente tem a vida mais facilitada na receção ao Beira-Vouga.

Na luta pela manutenção, o Mosteirô FC joga muito do seu campeonato na deslocação a Oiã, pois numa jornada em que o Gafanha B vai ao terreno do ACRD Mosteirô e o Paços de Brandão a Vale de Cambra, esta é uma oportunidade para conseguir recuperar alguns pontos, numa altura em que se fecha a primeira volta do campeonato.

18 de Janeiro de 2019
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas