Antevisão e análise à 1.ª Divisão Distrital por José Alexandre

A jornada
A derrota do Alvarenga na deslocação ao terreno do Antes marca a 8.ª jornada da 1.ª Divisão Distrital, com os comandados de Hugo Oliveira a serem ultrapassados na classificação pela LAAC e a verem a distância para o líder Fermentelos aumentar para oito pontos. Nada que afaste a equipa nortenha dos objetivos delineados para a época, mas vai obrigá-la a errar muito pouco nas próximas jornadas.

As vitórias do Valecambrense sobre o Mourisquense e da LAAC, em casa, contra o Macieirense fecham o lote de jogos em que seria expectável as equipas do topo perderem pontos. Quanto aos restantes confrontos, importa falar nos três empates da jornada, que mostram que do meio da tabela para baixo todos os pontos importam e que a luta vai ser até ao último minuto da competição.

O destaque
Habituado a lutar pela manutenção até ao dealbar dos cestos, o Paços de Brandão surge este ano com um espírito renovado, ainda que mantendo grande parte dos jogadores da época passada. Ao ganhar pela margem mínima no último domingo, em casa, frente ao CRAC, os brandoenses chegaram ao sétimo lugar, com 12 pontos, os mesmos, por exemplo, que o Macieirense e a um do Mourisquense, duas equipas que lutam por objetivos distintos. Resta saber se terá condições para manter a performance desportiva durante todo um campeonato. Mas importa realçar, por exemplo, que conta com João Reis na defesa das redes, um guardião que dá garantias de uma solução de muita qualidade na baliza.

A antevisão
A 9.ª jornada tem um jogo “grande”, com a receção do Mourisquense à LAAC, num dérbi concelhio que vale, sempre, muito mais que três pontos. Nesta altura, a partida é de cariz fundamental para a equipa orientada por Carmindo Dias, que pode ver o fosso para os quatro primeiros aumentar consideravelmente em caso de um desaire. Se ganhar seria perfeito para os “Pilatos”, empatar será um mal menor. No entanto, vão ter pela frente um adversário de qualidade e que está confortável no terceiro lugar, com uma vantagem pontual de quatro pontos para o rival de domingo.

Por outro lado, sinto alguma curiosidade por acompanhar a receção do Mansores, uma das equipas com mais potencial de se intrometer pela luta da subida, ao Paços de Brandão. Será mais uma batalha para medir o pulso ao que as duas equipas podem fazer para ter uma palavra a dizer nesta prova.

8 de Novembro de 2019
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas