AFA promove workshop dedicado ao processo de certificação de entidades formadoras

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) abriu o período de candidaturas aos clubes e entidades interessadas em desenvolver o processo de certificação na próxima temporada. Para apoiar as coletividades do nosso distrito, a Associação de Futebol de Aveiro (AFA) promove, no dia 6 de setembro, um workshop sobre o tema, na sua sede, pelas 20h30.

A ação de formação pretende explorar temas relativos a instrumentos de qualificação dos processos de formação dos praticantes e da organização desportiva dos clubes; fatores de diferenciação da formação desportiva dos clubes; licenciamento e formação desportiva certificada como condição para os clubes participarem em provas nacionais; mecanismos de compensação financeira; e elaboração de contratos de formação.

Os clubes e entidades que desenvolveram o processo na época passada devem iniciar o seu processo para a temporada 2019/2020 e submeter a respetiva autoavaliação até 31 de outubro, sendo que a plataforma recupera os dados gerais e permite recuperar os documentos carregados anteriormente.

Para aqueles que ainda não se registaram na plataforma criada pela FPF para o efeito, o prazo termina a 30 de setembro, sendo que a autoavaliação deve ser submetida até ao dia 31 de outubro. Para qualquer esclarecimento sobre o processo de certificação de entidades formadoras, basta consultar a página da FPF.

De recordar que, na época passada, a AFA viu treze clubes seus filiados serem reconhecidos com o estatuto de entidades formadoras, sendo seu desejo chegar ao final do atual mandato, em 2023, com mais de 80% das coletividades certificadas.

O processo de certificação de entidades formadoras iniciou-se em 2015, tornando-se num fator obrigatório para que os clubes pudessem registar contratos de formação desportiva. De lá para cá, evoluiu para um modelo de qualificação dos processos de formação dos praticantes, bem como da organização desportiva dos clubes.

Para além disso, a certificação como entidade formadora é uma das exigências para os clubes receberem dividendos de transferências de atletas que passaram pela sua formação e poderem participar nos campeonatos nacionais, sendo que a medida entra em vigor na temporada 2020/2021.

Fotografia
Direitos Reservados

13 de Agosto de 2019
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas