Arouca perde pela primeira vez e é apanhado pelo Azagães no topo

À oitava ronda, o Arouca sofreu a primeira derrota da temporada no Campeonato Grande Hotel de Luso. O Dínamo Sanjoanense foi o autor da proeza (8-3), que o deixa mais perto da liderança. O Azagães aproveitou a deixa e, mesmo tendo um jogo em atraso, juntou-se aos arouquenses no topo da tabela. À espreita de um deslize segue a Juventude de Fiães, que bateu o Beira-Ria (7-1).

Em Arouca, o Dínamo entrou melhor e cedo construiu uma vantagem de dois golos, encurtada por Sérgio Costa. Só que, poucos minutos depois, Pedro fez o 3-1 para os forasteiros, resultado que se manteve até ao intervalo. No segundo tempo, os arouqueunses ainda equilibraram na primeira metade, mas o Dínamo foi mais eficaz na reta final, fugindo no marcador até aos 8-3. Paulo, com um 'hattrick', foi o artilheiro da partida.

Quem aproveitou o deslize do líder foi o Azagães, que venceu na Gafanha (4-2) e colou-se ao Arouca no primeiro posto. O jogo teve a particularidade de ter começado no Pavilhão da Escola Secundária local, e terminado no Gimnodesportivo da Gafanha da Encarnação, devido à falta de iluminação no primeiro recinto. Até à falta de luz, ocorrida pouco depois de ter arrancado a segunda parte, houve golos e reviravoltas. Ricardinho adiantou os locais, mas Lhô bisou e deu a volta ainda antes do intervalo. O jogo esteve interrompido perto de uma hora, e quando a bola voltou a rolar Vasco ampliou a vantagem dos de Carregosa para 3-1. O Gafanha não baixou os braços, viu Hugo Martins reduzir a 4 minutos do final, e por pouco não igualou, tendo atirado uma bola ao poste. Aproveitou o Azagães para sentenciar o resultado bem perto do fim, por Kikas.

Mais folgado foi o triunfo da Juventude de Fiães na receção ao Beira-Ria, por 7-1. Ao intervalo, os comandados de Bruno Amaral já venciam por quatro golos de diferença, marcaram Mica, Miguel, Maric e Bubu. Os dois últimos bisaram no decorrer da segunda metade, tendo o guardião Nuno também marcado. Pelos forasteiros, Peixinho apontou o tento de honra.

Em Castelo de Paiva, o Bairros voltou a demonstrar a sua força, ao bater o ARCA por 4-3. Um arranque fortíssimo dos locais garantiu-lhes uma vantagem de três golos, valendo a pontaria de Preto, Derley e Miguel. Até ao intervalo, Rui reduziu para os visitantes, mas Derley bisou pouco depois, deixando o Bairros com uma vantagem confortável. Só que, no segundo tempo, Rui bisou e devolveu esperanças ao ARCA, que com o autogolo de Preto ficou ainda mais perto de evitar a derrota, mas o resultado não mais se alterou até final.

Quem também venceu pela margem mínima foi o Arrifanense, que levou de vencida o Fundo de Vila por 6-5. Artur adiantou os sanjoanenses a abrir o jogo, Diogo e Luís deram a volta, mas Karpin voltou a igualar as contas. Tudo isto aconteceu nos primeiros dez minutos do encontro. Já perto do intervalo, André Gonçalves adiantou os verde e brancos, uma vantagem que seria alargada por Diogo, que bisou, e Fuka. Nos últimos três minutos, Daniel Silva devolveu esperanças ao Fundo de Vila, mas Messi faria o sexto do Arrifanense na resposta. Os visitantes não deram o jogo como perdido, viram Valter bisar perto do fim, mas já não foram a tempo de evitar o desaire.

Já o PARC, levou de vencida o Atlético do Luso por 5-2, com golos de Rúben, Jonathan, Bruno, Álvaro e Renato. Pelo 'lanterna vermelha' reduziram Bruno e Couto. A ronda ficou completa com o empate a dois golos entre a Casa do Povo de Esgueira e a ADREP. Os golos surgiram todos na primeira parte, por Tomé e Patrick para os locais, e Jony e Pinho para os da Palhaça.

4 de Dezembro de 2017
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags
Twitter
Facebook
Notícias Mais Lidas